Resident Evil 3: Nemesis em um remake usando Unreal Engine 5


A Capcom criou o universo de Resident Evil no meio dos anos 90 e antes do milênio acabar, já tinha uma trilogia. Essa deixou sua marca com força, sendo que rolou um destaque para o terceiro jogo, com o seu tenebroso vilão que tanto assombrou os jogadores. Quando veio o Remake de Resident Evil 3, rolaram críticas pesadas para o jogo e isso fez com que fãs decidissem criar suas próprias versões, uma delas foi o remake criado por fã usando a Unreal Engine 5.

Esse é bem um daqueles casos de ousadia da pessoa em fazer algo que obviamente já deu muitas polêmicas. No entanto, o diferencial é que, diferente de coisas como Super Mario Odyssey 64, que tem a Nintendo pronta pra processar, a Capcom é muito mais suave e já vimos ela ficar ok com várias outras obras, tipo Residentvania.

O grande diferencial desse remake em relação ao oficial que tivemos em 2020, é que ele usa o mesmo estilo de jogabilidades dos Resident Evil clássicos. Ou seja, o movimento no estilo tanque de guerra, tendo que girar o personagem e então apertar o botão pra ir pra frente ou pra trás. E as câmeras fixas pelo cenário, dando toda a atmosfera à moda antiga.

Obviamente, o grande diferencial são os gráficos e uso de tecnologias disponível na engine. Sendo assim, vários efeitos como luz e sombra estão presentes e muito bem feitos, além dos modelos 3D não apenas estarem presentes, como ser bem mais comum os efeitos para deixar o cenário robusto, ao invés de serem apenas imagens estáticas. Confiram:
E aí, o que acharam? Preferem assim do que o estilo apresentado no remake?

Postar um comentário

0 Comentários