Diablo 2 quase recebeu expansão com elementos de MMO

Mesmo quem não jogou na época, é difícil não ter ouvido falar de Diablo 2, o jogo que os fãs falam descontroladamente, beirando o tique nervoso. No entanto, enquanto a franquia evoluiu para todos os tipos de mídia, a coisa também poderia ter evoluído para um caminho bastante diferenciado já no início dos anos 2000 e a informação veio do co-criador da Blizzard North, David Brevik.

Para quem não sabe, após o lançamento de Diablo 1, as pessoas ficaram animadas com a jogabilidade e atmosfera que puderam ser vistas ali e alguns anos depois a coisa evoluiu cabulosamente em sua sequência, que teve uma expansão Lords of Destruction para dar um toque a mais com um capítulo novo e duas novas classes. Mas aquilo poderia ter sido só o início.

No Twitter, David Brevik comentou sobre o conteúdo adicional que: "foi projetado, mas nunca produzido. Eu tinha um documentos de design com múltiplas páginas cobrindo as novas áreas, classes, novas mecânicas e conceitos de história, mas foi só até aí que as coisas andaram".

Ainda disse que: "A segunda expansão seria muito diferente de qualquer Diablo e eu acho que era muito interessante, pois tratava-se de um ARPG e MMO, com muitas pessoas jogando juntas ao mesmo tempo. Acabou sendo tudo descartado porque muita gente da Blizzard North saiu da equipe.".

Infelizmente nunca saberemos, a Blizzard North chegou ao fim em 2005 com a saída em massa de cerca de 30 pessoas. Essa gente chegou a entrar em um estúdio que caiu em desgraça. O Flagship Studios, que existia desde 2003 e fez o ambicioso Hellgate: London, que infelizmente era um jogo ambicioso demais para seu tempo e bugado que era uma beleza. O resultado é que em 2008 o estúdio se foi. Será que teríamos algo semelhante a Diablo 3 já em 2001?



Postar um comentário

0 Comentários