GTFO | Trabalhe em equipe ou morra em equipe nesse coop



A primeira vez que ouvi falar sobre GTFO foi um leitor que comentou sobre, fui pesquisar e achei interessante a ideia de um jogo cooperativo, mas focado no terror. O visual então me impressionou e gostei da ideia de uma atmosfera semelhante ao que temos na trama de Alien, aquela sensação de ambiente pesado e ficção científica estilosa. E claro, tive que dar uma conferida para ver o que achava da coisa.

A história do jogo se passa em um ambiente futurístico em que os direitos humanos já estão um tanto desgastados, sendo assim os prisioneiros não apenas ficam presos, são usados para fazer missões mais arriscadas. E entre elas, está a exploração de um complexo subterrâneo que foi invadido por criaturas bizarras. E assim, grupos de quatro pessoas são enviados por vez para tentar recuperar determinados itens.


O visual do jogo é muito legal, sombrio, tem uma atmosfera pesadona que agrada bastante e dá aquela preocupação em seguir em frente por causa de uma constante névoa que em determinados locais domina completamente o ambiente, deixando o jogador perdido e também sem conseguir saber o que exatamente está ali.

Ao contrário do que imaginei, o jogo não é um Left 4 Dead 2 ou Vermintide 2 com temática futurística, pois apesar de suas óbvias semelhanças, usa uma mecânica diferente e te impede de sair correndo adoidado. Além disso os inimigos são extremamente mais fortes e a quantidade é absurdamente menor, então normalmente não se tem hordas, mas sim pequenos grupos que conseguem fazer estragos.

Acho que se for comparar, está muito mais próximo de obras cooperativas em que você precisa ir com cautela, como Overkill's the Walking Dead e Hunt Showdown, ou até mesmo algumas obras um pouco mais agitadas, mas não tão exageradas, como Space Hulk: Deathwing ou Payday 2. Portanto não dá só pra entrar loucamente esperando matar todo mundo e sobreviver.

Aqui temos um jogo em que a estratégia e comunicação entre equipe é essencial. Cada jogador precisa estar ciente disso e esse é um quesito que pode ser um problema quando se joga online com pessoas aleatórias, pois muita gente quer ser o líder e se as pessoas não têm intimidade, às vezes sai aquela briga e acusações, já os jogadores que se conhecem, podem até não concordar com algo, mas chega um ponto em que se resolvem e tentam a estratégia de um.

Graças à névoa frequente, é bem comum chegar a um ponto e todo mundo parar pra se preparar. Os jogadores podem entrar loucamente, mas os inimigos ficam adormecidos. Se os jogadores vão no stealth, existe a possibilidade de dar um bom dano antes de despertarem e também a estratégia de atraí-los para fora da neblina é comum. Esse elemento consegue dar um medinho bem agradável para um jogo cooperativo.

Sem sombra de dúvidas uma das coisas que mais gostei foram os objetos presentes. Você pode conseguir em armários, que podem ser abertos na força bruta ou você pode tentar hackeá-los, mas a cada erro, um alarme toca e isso pode chamar a atenção de diabos. Os objetos vão desde sugadores de neblina que deixam o local visível até minas terrestres. Não é possível carregar muita coisa, portanto você precisa escolher o que quer levar.

Outros objetos diferenciados são as armas e antes da partida você equipa o seu personagem da forma que achar mais adequado, podendo também escolher objetos de auxílio como a torre automática que mira nos inimigos e a arma que solta umas bolhas que os paralisa. Dependendo da equipe, certas estratégias podem ser melhores que outras, além de que cada jogador pode lidar melhor com determinados objetos.

É um jogo que não  é muito fácil em diversos sentidos e isso pode ser um problema ou um atrativo. Por exemplo, tem os painéis que você hackeia que não são mini jogos, são muito mais parecidos com a forma de se mexer no DOS, digitando comandos para que certas coisas sejam feitas. E aí você precisa se esforçar pra fuçar a coisa e tentar entender a lógica.

Além disso a dificuldade do combate também é altíssima e facilmente todo mundo morre. Alguns jogadores podem se sentir determinados com isso enquanto outros podem desanimar. É realmente aquela coisa que você vai, parece que está tudo bem e quando menos imagina, todo mundo morreu e continua vindo criaturas.

Os seres do lugar parecem ter sido inspirado nos monstros de The Last of Us, com uma cabeça bizarríssima. E a movimentação estranha também se destaca demais, se arrastando no chão sentados, correndo de quatro e fazendo de tudo para se esconder e te atacar. Eles são muito rápidos e passam muito aquela sensação de um ser completamente desesperado para cumprir a missão de te matar. A quantidade limitada de munição junto com a velocidade deles pode tornar o combate realmente desafiador.

Enfim, GTFO é um jogo muito legal, no entanto é preciso da equipe certa para se jogar, não parece o tipo de jogo que todo mundo vai ter paciência para jogar com alguém aleatório na internet. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Postar um comentário

0 Comentários