John Wick Hex | Imagine SUPERHOT com visão isométrica

Esse é um jogo que a princípio eu não tive vontade de jogar, com o visual um tanto simples, imaginei que poderia ser divertido, mas parecia mais um jogo de celular qualquer com visual isométrico. E como nunca assisti nenhum filme do John Wick, a coisa me pareceu muito focada em fãs. E assim fui deixando passar. No entanto quando assisti por acaso um vídeo da jogabilidade, a coisa conseguiu chamar minha atenção por ser semelhante a Superhot.

A história se passa antes da trama dos filmes, o que acaba sendo ótimo para pessoas como eu e um atrativo para fãs. Nele os personagens Winston e Charon foram sequestrados e isso faz com que John Wick comece a vagar atrás de informações para localizá-los, mas para isso precisa ir atrás dos mais variados tipos de conexões do crime para obter informações.

Bom, o jogo realmente é algo bem simples e não precisa analisar muito para perceber que não é um Triplo A, mas sim um indie. Isso pode acabar sendo uma decepção para quem ama a franquia, especialmente porque em filmes de ação é fácil imaginar adaptações para jogos com ideias um pouco mais grandiosas, cheias de explosões ou ao menos um clone de Max Payne.

No entanto aqui temos algo extremamente inusitado, um jogo isométrico de estratégia tática. Sim, eu sei que tem muitos jogos com focos em tiroteio que usam esse gênero, como ArmA Tactics e Rebel Cops. Porém a diferença é que não havia uma expectativa em cima dessas obras, por mais que ambas sejam spin-offs de outros títulos, no geral a ideia tática já era esperada, mas aqui não. Então como é que algo assim poderia dar certo né?

Bom, a real é que não acho que fãs em geral vão gostar desse jogo, porém ele merece um certo crédito por se permitir ousar e apresentar ação frenética de um jeito inusitado. Estou me referindo a ideia de fazer movimentos constantes em meio a um tiroteio louco, porém usando um gênero que é naturalmente parado.

E a forma que fizeram isso foi colocando você pra fazer os movimentos e pausando frequentemente. No chão são mostrados pontos para onde é possível se mover, só que ao invés da coisa variar entre seu turno e o turno do inimigo, enquanto você se move, as coisas vão acontecendo ao mesmo tempo, ou seja, quando o turno acaba, já é hora do próximo.

Além se mover, é possível fazer ações. De longe você pode atirar em inimigos ou lançar sua arma para atordoá-los, já de perto é possível arremessá-los, dar golpes, matá-los e desviar de ataques. Para cada ação existe uma certa possibilidade de chance de acerto. Por exemplo se um inimigo estiver bem na sua frente é mais fácil acertar um tiro do que se ele estiver atrás de uma pilastra.

Existe uma linha do tempo que mostra seus movimentos e os movimentos dos inimigos representados por barras, isso te permite calcular melhor o que fazer. Por exemplo se um inimigo aponta uma arma pra você e você escolhe o movimento de atirar também, vai ver o tempo que essa ação vai  levar e as barrinhas vão mostrar quem começa primeiro. Se o inimigo começar primeiro, pode ser melhor usar o turno pra se mover pra um lugar mais seguro, esperar ele atirar e então voltar, ou você pode optar por ser baleado para eliminá-lo logo, e ainda tem a chance dele errar.

A coisa fica interessante com múltiplos inimigos, você precisa dar uma olhada em que está ao seu redor e ir fazendo movimentos sincronizados com os movimentos deles, adotando as melhores estratégias para tomar o mínimo de dano e eliminar o máximo de inimigos. Os próprios movimentos de ataques corpo-a-corpo podem ser usados de forma estratégica, pois você termina o ataque em uma posição, e pode escolher as posições mais cobertas possíveis.

Infelizmente a movimentação do personagem não é das mais bonitas, ele podia fazer manobras mais mirabolantes e é notável que com um pouco mais de orçamento, o jogo poderia ser muito mais bonito de se ver. Porém ele se mantém na simplicidade, e assim a sensação é mais de uma partida de Xadrez do que um jogo visual, coisa que acho que seria essencial aqui.

E por falar em visual, os gráficos podem dividir opiniões. Não foi muito do meu agrado, por um lado combina sim com o estilo geral simples do jogo, mas acho que um design mais realista seria bem mais agradável. No entanto levando em consideração os outros elementos do jogo, acho que a desenvolvedora não tinha orçamento pra algo assim.

Enfim, o jogo é bastante simples, o que o torna facílimo de digerir, porém acaba sendo algo mais voltado para o público certo.  Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na Epic, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Comentários