Stranger Things 3 | Um jogo muito mais robusto do que parece ser

Tá aí um joguinho que eu esperava bem menos, afinal de contas sendo baseado na terceira temporada de Stranger Things, imaginei que fosse algo de uma hora de duração, tipo um jogo de plataforma ou qualquer coisa assim. Até porque a Netflix já mostrou interesse em expandir o universo da coisa, apresentando obras como Raízes do Mal, porém realmente fizeram um joguinho com um carinho acima do esperado.



Aqui temos a história da terceira temporada, então algumas pessoas podem ficar completamente perdidas. É possível sim zerar, mas não perdem tempo explicando certas coisas como o fato da Onze ter poderes ou algo assim. Ou seja, se trata de um jogo de nicho. Mas no geral, é possível compreender a trama, envolvendo russos e criaturas interdimensionais.

O que me surpreendeu aqui foi o fato de não ser um jogo linear. Você está livre para vagar pelo mundo, e isso dá um toque bem especial, é algo meio no estilo The Friends of Ringo Ishikawa, que tem os pontos da cidade e lá você pode vagar e fazer o que quiser, ficando livre para ir direto a missões principais, ou aproveitando o que a cidade tem a oferecer.

Você assume o papel de um personagem, e outro te segue. À medida em que vai encontrando novos, pode trocar a hora que quiser. Enquanto isso pode dar ordem para o outro parar ou te seguir, e ainda ativar o ataque especial dele. Cada um tem sua forma de ataque, todos podem também defender no momento certo para ganhar um contra-ataque poderoso.

O jogo não é também um RPG, mas tem elementos desse gênero, só que de forma compacta. Inclusive isso entra em um lado negativo do jogo. Por um lado ele surpreende em ser ousado e muito mais robusto do que esse tipo de jogo costuma ser, mas por outro, acaba decepcionando em não terem aproveitado completamente os elementos extras que adicionaram. E assim você pode ver algo que é notável o potencial, mas que infelizmente não foi aproveitado de verdade.

Existem diversos aspectos bacanas como poder conseguir dinheiro, negociar produtos, montar itens, equipá-los para receber bônus, locais secretos, missões alternativas com mini histórias macabras, puzzles e assim vai. Mas sempre fica aquele toquezinho de "Poxa... Já pensou se tivessem ido além nisso?".

Inclusive tem um aspecto quase inútil que é um tanto sem vergonha, que é a liberdade de fazer perguntas e da respostas. Que colocaram, mas em boa parte das vezes a resposta é a mesma, e ainda que varie, o resultado é o mesmo, salvo poucas vezes (normalmente relacionados a puzzles), que alteram o resultado.

Outra coisa bizarra, que foi uma verdadeira gambiarra, é o fato de que na terceira temporada tem histórias focadas em vários personagens ao mesmo tempo, que aos poucos vão se juntando. E aqui decidiram colocar todas elas, mas ao invés de você ser obrigado a joga com aqueles personagens, pode mudar para qualquer um. E tem inclusive momentos totalmente sem sentido, como a "Noite só para meninas", que eu joguei com o Mike...

E os diálogos então? Você controla todos os personagens simultaneamente, então em certos momentos faz perguntas e dá respostas. Ao invés dos caras colocarem para só para aparecer o diálogo entre eles, não... Te fazem se sentir um verdadeiro esquizofrênico, é bem bizarrinha essa forma que decidiram colocar a coisa.

Apesar de tudo, é uma boa adaptação. Colocaram realmente o que acontece na temporada, e em alguns momentos expandiram. Por exemplo quando os personagens vão usar um dicionário de russo. No jogo isso se transforma em uma missão de ir até a biblioteca e conseguir a coisa. Lembra bastante as adaptações de filmes que tinha nos anos 90 para Super Nintendo.

O visual 2D é bem bacana, eu não gostei muito do design dos personagens, mas o visual do ambiente me agradou muito. Com a liberdade do jogo isso faz ficar pensando sobre como teria sido se decidissem fazer tudo em 3D, poder viajar por aquele ambiente, entrar na casa dos personagens e ir ao shopping, super mercado, etc.

Enfim, Stranger Things 3: The Game é um jogo super bacana, simplório, porém acima do esperado para esse tipo de obra. Com certeza acho que vale a pena! Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na steam, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Postar um comentário

0 Comentários