Silent Hill: Homecoming - Jogo criticado até a morte!

História

Alex Shepherd é um soldado que volta à sua cidade natal, no entanto estranha ao perceber que a cidade inteira está vazia e seus pensamentos sobre o motivo de ter voltado estão confusos, logo percebe que acontecimentos bizarros e sem explicação passam a ocorrer constantemente.

Sobre o jogo

Esse jogo foi esculachado antes de ser lançado por ter sido desenvolvido por americanos e não por japoneses, todos estavam falando que seria horrível porque iria quebrar o clima de Silent Hill.

A principio eu não tive preconceitos com o jogo apesar de achar uma pena não ter sido produzido pela equipe original, no entanto quando vi que o Pyramid Head apareceria no jogo, aí sim o meu preconceito foi forte. Digo isso porque considero uma abominação qualquer lugar que apareça esse personagem que não esteja envolvido diretamente com Silent Hill 2. Depois fiquei sabendo que o personagem quando caia no chão se levantava estilo lutador de artes marciais, jogando o corpo para frente e isso não me agradou também. O problema que vi não era o movimento em si, mas sim que sempre vi Silent Hill como um jogo calmo, com pessoas comuns, e o estilo lutador me pareceu algo que quebra o clima de horror. Logo vi os videos que o personagem pulava janelas, tinha combate corporal com o personagem desviando de ataques e entrando em tiroteios. Isso tudo me levou a deixar para jogar esse jogo beeeem tarde.
Mas em 2011 decidi que era a hora de jogar a bagaceira e finalmente comecei. Posso dizer que quanto a clima de Silent Hill o jogo me agradou bastante, achei muito legal a forma que o universo alternativo surge e como causa uma sensação desagradável e pesada estar no meio daquilo tudo. Há também muitas cenas tensas, como uma hora que você entra em um parquinho infantil e acha uma foto, nela tem uma aranha enorme no parquinho atacando soldadinhos de brinquedo.

Já quanto a história, o jogo foi na onda do filme, ou seja aquele mesmo negócio de pessoas vestidas com rouponas especiais e o grupo chamado A ORDEM, assim como todo mundo vê os mesmos monstros, o que não acontece no universo original de Silent Hill, em que as pessoas vêem coisas diferentes. Ou seja realmente ta tendo um ataque de monstros na cidade e todo mundo ta vendo isso, o que me fez lembrar mais de banquete no inferno do que Silent Hill.

A fisica do jogo é legal quanto ao efeito dos objetos sobre o cenário, no entanto os objetos são muito leves e basta você tocar e eles se afastam muito longe, o que acaba fazendo parecer irreal demais. Os efeitos sobre os inimigos é bem interessante também já que dependendo da arma que você está usando, efeitos diferentes podem acontecer, acredito que o maior destaque seja para as enfermeiras que quando atacadas com facas tem a pele aberta e assim como no filme, as luzes chamam a atenção delas portanto ficar no escuro faz com que elas fiquem imóveis geralmente em poses bem bizarras.

Enfim

Eu não achei o jogo ruim não, me diverti, mas não tem a essência de Silent Hill infelizmente, mesmo tendo elementos que mantém o clima dos primeiros jogos, ele dá a impressão de ser uma grande reciclagem dos jogos da série, você vê os cachorro sem carne de Silent Hill 1, o Pyramid Head de Silent Hill 2, se passa em duas cidades assim como Silent Hill 4, tem as enfermeiras sensíveis a luz do filme do Silent Hill, entre vários outros elementos juntos, foi divertido mas não diria que marcante, então o considero um jogo legal, mas que não conseguiu fazer a façanha de Silent Hill 4, que também é diferente, mas consegue ser marcante.

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

OBS: Esse é um dos jogos que precisa de um save game extra. Já dou a dica de que se chegarem a casa com enigmas, resolva primeiro o do relógio ou vocês estão lascados. '-'

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Cara eu já detestei o 4 profundamente kkkkkkkkkkk NOssa que jogo ruim. Não é por ser clima de SH ou não, simplesmente achei o jogo HORRÍVEL. Esse ai eu COMECEI a jogar mas o jogo bugava e o chão sumia então desisti...

    ResponderExcluir
  2. Acho que a pior coisa nos jogos novos das series clássicas de survivor horror (RE e SH) é a retirada da câmera dinâmica.

    ResponderExcluir