Metroid - Um jogo muito além de sua época! *-*

A primeira vez que eu joguei Metroid para Nintendinho eu pensei "Ai que graficozinho escroto '-' " e fui jogando bem desanimado, mas achei o negócio uma verdadeira ousadia quando eu morri Ò__Ò ahhh aí sim o negócio ficou feio, eu disse que não jogava nunca mais uma desgraça dessas e chutei fora ! ù_u afinal caramba como assim eu morro e dá GAME OVER? E tudo o que eu fiz?

Porém depois de Zerar Castlevania Aria of Sorrow, eu fiquei com uma vontade de jogar outro jogo do tipo e com mais paciência e decidi voltar a jogar o bagulho observando melhor e aí sim notei como o jogo tinha umas características incríveis. O jogo começa com uma telinha mostrando um gramado e um céu estrelado e uma musica bem tensa, você só vê a história se você não apertar nada, aí aparecerá aparecerá uma cartinha da "policia estelar" com uma missão de ir até o planeta Zebeth e derrotar o Metroid.



Você começa descendo um elevador para uma caverna e lá é onde tudo se passa, no subterrâneo cheio de crituras. Quando joguei a primeira vez eu achei cansativo unicamente, mas só na segunda eu parei para analisar como é tenso o negócio, você controlando um personagem em uma roupa especial sozinho dentro de uma caverna cheia de alienigenas prontos para te lanchar O_O.

Claro que será injusto a jogabilidade se comparada a jogos de hoje em dia, no entanto se você comparar a jogos de 1986 é impressionante, enquanto grande parte dos jogos daquela época era de coisas simples como pacman e pong, ou jogos de plataforma como Mario que você tinha que correr e pular até chegar no final de uma fase então ir para outra, Metroid usa um único cenário, você realmente se sente explorando uma enorme caverna e tentando atingir a diversos lugares porém tendo que conseguir o meio de chegar a esses lugares.

A movimentação da Samus é espetacular principalmente para aquela época, quando você dá um salto, você pode medir ele dependendo do tanto que segurar o botão, ou seja não é aquele salto que só tem uma distancia certa, se você segurar muito tempo, será mais alto, se segurar pouco, será curtinho. No ar você pode movimentar o personagem, então se você der um salto mal calculado e for cair em cima de um inimigo ou lava, poderá se mover *-*.

Também é radical como a Samus gira no ar estilosamente quando salta para os lados, principalmente quando você está se movimentando para evitar inimigos que estejam no ar é algo bonito de se ver. A personagem começa com um tiro fraco que some pouco a frente dela ao invés de ir até o final da tela, no entanto depois você atualiza esse tiro e também consegue novos tipos de tiro com efeitos diferentes do tiro comum.

O cenário tem uma variação bem legal de efeitos, por exemplo tem as pedras que você atira e elas desaparecem porém voltam a surgir depois de um tempo, ou as portas que você tem que atirar para abrir e algumas só abrem com determinado tipo de tiro. Há muitos lugares secretos no jogo que te dão vários bonus também.

Uma coisa que achei muito legal no jogo são os password, fazia tempo que eu não via isso hehehe, como o cenário é unico os password facilitam demais as coisas para você, assim se você morre e usa um, é enviado para um local próximo ao cenário onde estava e com as armas que tinha. Você vai procurando novas armas e se atualizando, dessa forma ficando mais fodão e com habilidades novas pode atingir locais novos!

O jogo não tem tela que mostra o mapa, como nas versões mais modernas dos jogos da franquia, então você pode acabar se perdendo no imenso lugar, acredito que muita gente deve pegar um papel e ir desenhando pra se lembrar.

Mas enfim, eu não cheguei a zerar o primeiro Metroid, mas deu pra ver que o bagulho é muito foda para um jogo daquela época e deveria ser emocionante demais, não era apenas um joguinho que você zerava, mas sim um jogo que você se sentia um explorador e saía procurando coisas escondidas e formas de se passar por um lugar.

METÓRUIDO Ò_Ò! Quem imaginaria que de um live tosco como esse aí, o jogo iria evoluir para algo fantástico como o live action de Metroid: Other M ein? =)
Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Postar um comentário

3 Comentários

  1. Na verdade a Nintendo criou esses conceitos de explorar um lugar gigante e ir conseguindo coisas, com Zelda. Depois eles foram desenvolvidos e modificados em Metroid... Mas enfim sempre quis jogar esse jogo mas sei la dá preguiça. Eu joguei bastante do Super Metroid de SNES mas mesmo ele é meio... Sei la da preguiça o jogo é muito paradão '-'

    ResponderExcluir
  2. Mas eu não disse que a Nintendo criou isso com Metroid, eu não sabia se ele que criou. Eu disse que enquanto a maioria corria e pulava até o final da fase, nesse você tinha que explorar o lugar. Mas eu não sabia que Zelda da época era igual, pelas imagens e videos que vi pensei que Zelda fosse tipo o final fantasy daquela época mas sem a tela de combate.

    ResponderExcluir