Super Columbine Massacre RPG - Um dos mais chocantes jogos de seu tempo

"Bully é um simulador de Columbine"

- Jack Thompson -

Se o nosso ótimo amigo Jack Thompson acredita nisso apenas vendo Bully, que nem tem o foco em bater em outros alunos, apesar da mecânica ser frequente, é porque ele com certeza não conhece Super Columbine Massacre RPG (SCMRPG!), pois aí sim ele iria ver o que é um verdadeiro simulador do massacre em columbine! E que, mesmo com sua simplicidade, conseguiu ser um dos jogos mais chocantes de sua época.

O jogo foi lançado em 2005 por Danny Ledonne, que depois se tornou diretor e produtor de cinema. Como o nome já diz bem claro o jogo é sobre os terríveis acontecimentos em Columbine que ocorreram em 1999, com dois alunos entrando e começando a atirar em todo mundo que estava na escola, se tornando um fato histórico que marcou bastante e é frequentemente lembrando cada vez que ocorrem atentados.
 
Porém o que surpreende é que no jogo, você não controla uma vítima que tenta escapar, ou um dos policiais que cercam a área, mas sim os próprios atiradores que fazem o massacre. Isso causou uma repercussão enorme na comunidade americana, assim como o jogo JFK Reloadad, que simula o assassinato do presidente. As pessoas ficaram revoltadas e o jogo ganhou várias reportagens em revistas, jornais e televisão.

Super Columbine Massacre RPG bem simples no visual, pois foi feito no RPG Maker, e seria apenas mais um jogo entre milhares se não tratasse de um assunto tão delicado, que com certeza foi feito para chamar atenção mais pelo assunto que pelo jogo em si. Apesar disso o jogo é bem trabalhado em detalhes (um tanto cruéis).
 
Então adicionaram fotos da instituição Columbine, frases dos personagens que foram deixadas em diários e muitas coisas que envolviam o acontecimento. Por exemplo colocaram a culpa em DOOM porque os jovens jogavam DOOM, então no começo do jogo você pode ver DOOM no quarto de um dos garotos. Colocaram a culpa em influencias musicais porque eles ouviam músicas mais sombrias então a trilha sonora é composta por bandas como Nirvana, Rammstein e principalmente Marilyn Manson.

Você pode ganhar levels matando alunos, esses podem ficar rezando pra recuperar vida , ou se pegar um professor ele pode te descer porrada enquanto você ataca, e os corpos ficam lá pra sempre então dá pra fazer um amontoado de corpos pela escola toda, mas o jogo não para por aí. Depois que os personagens se matam (isso aconteceu mesmo), a aventura continua no inferno! O que mostra que o criador queria muito causar. 
Bom é isso aí galera, eu assumo que não gostei não... E pelo jeito não foi só eu... O cara queria chamar a atenção e chamou. A mídia caiu com muita força em cima dele, e os odiadores de videogames tiveram muita munição. A PC World listou ele como o segundo pior jogo de todos os tempos. O autor se defendeu do povo descendo o pau dizendo o seguinte:

"Eu era um alvo fácil de ser escolhido, e isso começou no jardim de infância... Foi o tipo de bullying que a maioria das crianças que sofreram bullying experimentou... Quando você é empurrado todos os dias, e quando você é condenado ao ostracismo nem uma vez, não duas vezes, mas ano após ano, sua percepção da realidade é distorcida... Essas coisas realmente distorcem sua compreensão e sua percepção da humanidade de uma maneira quase irrevogável."
Twittem aí para seus amigos pessoal Tweet

Postar um comentário

4 Comentários

  1. hehe, de novo Rammstein *.*
    Achei bobinho o jogo. =p

    ResponderExcluir
  2. Pra mim parece que alguém ficou puto por ter que ser sempre revistado e ter que andar com a camisa pra dentro da calça por causa do negocio lá em Columbine =P.
    Agora falando sério.
    Ô joginho mal feito, hein?Tudo bem que é criativo,mas eles não se importaram nem um pouco com os graficos, até nos meus piores tempos mexendo no RPG Marker eu fazia um jogo melhor que esse -_-.
    Parece que fizeram o jogo de sacanagem mesmo ou só pra aparecer na televisão @[email protected]

    ResponderExcluir
  3. Mas as musiquinhas são foda (^_^)=b
    Se Nirvana influencia-se a violência metade do mundo taria se matando =P.

    ResponderExcluir
  4. Ahhh, bons tempos de maker...
    Mas concordo com o Angelo, podiam ter trabalhado mais nos graficos.

    Obs: To travado no jogo, eles se questionaram se deveriam se matar, eu disse q ainda não, e não aparece mais a opção de se matar =/

    ResponderExcluir