Reigns: Game of Thrones | Fundindo fofura e traição

Quando Reigns foi lançado, surpreendeu por unir unir simplicidade e inovação, apresentando um simulador de reinos com uma mecânica semelhante ao do aplicativo de relacionamentos, Tinder. O jogo logo virou uma mania com seu preço super barato e não demorou para gerar muitos fãs. Mas sem sombra de dúvidas foi inesperado ver um crossover com a série Game of Thrones.



Seja bem vindo às terras de Westeros, um lugar maravilhoso, porém com forte disputa política pelo domínio, enquanto isso no norte uma ameaça desconhecida por humanos surge. Povos de todos os lugares tentam alcançar a harmonia antes que seja tarde demais e você é o responsável por guiar o destino de todos.

Achei curiosa a forma com que adotaram esse novo modelo de jogo, eu pensava que ia ser só uma skin de Game of Thrones, no entanto após jogar, vi que talvez seja necessário ter um pouco de conhecimento sobre a série, pois ficou muito mais fácil prever certas situações e entender certas coisas entendendo o universo.

Dessa vez você não controla apenas um rei, mas tem vários personagens e há uma simulação deles liderando seu povo, sendo que cada um desses personagens tem cartas próprias que não funcionariam com outros personagens. À medida em que você destrava certas conquistas, novos personagens vão sendo liderados.

O jogo agora está também brincando bastante com o jogador, simulando um livro jogo, com certas vezes adicionando elementos como "Ir para a esquerda, ir para a direita" enquanto você vaga por um lugar, ou até mesmo coisas muito mais complexas, como te colocar em uma batalha e você escolher que tipos de movimentos deseja fazer.

Ao invés de você apenas colocar para a esquerda e direita, em certos pontos cartas são colocadas na tela e você escolhe. Por exemplo, se você entra no conselho, pode decidir que assunto quer discutir, e à partir dessa decisão é que novas cartas são apresentadas para que você possa fazer suas escolhas em relação à aquele assunto.

Visualmente o jogo está bem fofinho, usa o mesmo estilo do primeiro jogo da franquia, porém dessa vez com a temática da série, além de musiquinhas. Assim como Game of Thornes da Telltales, esse é um jogo licenciado pela HBO, portanto tem muito mais a atmosfera cinematográfica da coisa do que a apresentada nos livros.

Enfim, é um jogo bacana e barato, portanto vale bastante a pena. Apesar de costumar jogar jogos na steam, sinceramente recomendo pegar esse na Playstore, o formato dele parece muito com Tinder. Mas se quiser a steam mesmo, recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na steam, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Comentários