O significado do "Z" em Dragon Ball Z, segundo Akira Toriyama

Quando se pensa em clássicos do mangá e anime, se pode pensar em obras máximas como Akira e Ghost in the Shell, mas se você for pensar em algo mais popular, sem sombra de dúvidas o universo de Dragon Ball é um dos mais populares. No entanto você já parou pra pensar sobre o que exatamente é esse "Z" do segundo anime? O autor Akira Toriyama explica!



Sinceramente, ao meu ver sempre foi óbvio o significado do Z, eu sempre imaginei que como era a última letra do alfabeto, significava algo do tipo "O início começa pela letra A, então o Z é pra se referir a algo que vem depois". Apesar de tudo eu estava errado, pelo jeito a coisa não tinha a ver com isso.

Mas bom, em uma declaração antiga, o autor explicou que na verdade o nome era Dragon Ball 2, porém quando escreveu, a fonte ficou confusa para os produtores, que pensaram que aquilo era um Z, e assim o nome acabou ficando esse mesmo, dando até um certo charme à coisa e ficando menos genérico do que um mero 2.

Porém anos depois Toriyama fez outra declaração e disse que significada Zenkai, que significa "Última vez" em japonês, pois seu objetivo era dar um fim à obra. Além disso tem sua importância dentro da própria obra, pois está ligada à técnica usada pelos guerreiros saiyajin quando vão se curar, com a recuperação das células S. 

Na real, achei o maior papo furado kkkkk, sinceramente creio eu que o cara viu tantas teorias interessantes, que acabou adotando essas duas com um "Aham, eu pensei nisso aí!", mas que na real a bagaceira era só um 2 mesmo e no fim das contas deu no que deu. Afinal de contas quem é que poderia dizer o contrário né? E por que ele declarou aquilo antes e depois veio com essa outra declaração?

Isso não seria algo inédito, em obras muito psicológicas e cheias de mistérios os fãs criam teorias tão cabulosamente profundas e interessantes e tornam a obra tão mais profunda que faz pensar se os criadores fizeram mesmo aquilo ou se ficaram impressionados com as possibilidades que surgiram do pensamento em massa. Mas vai saber né? O que vocês acham?

Comentários