As polêmicas piadas chocantes do ex-diretor de Guardiões da Galáxia

A franquia em quadrinhos Guardiões da Galáxia se destacou em 2014 por iniciar uma série de filmes de super heróis que era diferente do que conhecíamos, com um toque mais humorado. No entanto durante a fase de produção do terceiro filme, algo que deixou muita gente chocada veio à superfície, uma série de piadas do diretor relacionadas a aids, estupro, zoofilia e mais.


Os tempos mudam, pessoas mudam, tendências mudam, mas bom... Os registros ficam pela internet. De acordo com cada era, certas atitudes podem ser simplesmente ignoradas, existe um ponto cego em relação ao quanto elas são pesadas, no entanto antigamente só se via isso uma quantidade imensa de tempos depois, é só ver o poema racista de H.P. Lovecraft, que na época era bem comum, mas duvido que o idolatrado criador dos Mitos de Cthulhu escreveria algo assim hoje em dia.

Mas depois da geração da internet as coisas começaram a andar cada vez mais rápido, o mundo foi mudando com mais velocidade e naturalmente palavras na internet começaram a ganhar muito peso, às vezes com coisas muito bobas como o ator de Neville xingando o Neymar, e às vezes coisas bem pesadas como declarações antigas de James Gunn.

Já ouviu a expressão "Meu passado me condena"? Isso certamente teve sentido literal para o diretor em 2018, quando foi ao ar a divulgação de tweets dele de exatamente uma década antes. E sim, você deve pensar "Todo mundo fala besteira aqui e ali, acaba deixando pela internet, o tempo passa, a pessoa esquece", pois é... Só que no caso dele as "besteiras" eram EXTREMAMENTE CABULOSAS, confira:

"100 garotas adolescentes tocam se masturbando.” (E o link de um vídeo)

“Os Mercenários é tão de macho que eu fodi o ‘viadinho’ do meu lado! Os garotos estão de volta na cidade!”

“Estou fazendo uma grande adaptação Hollywoodiana de The Giving Tree com um final feliz – a árvore cresce de novo e faz um boquete no menino.” (The Giving Tree é um livro infantil clássico em que um garoto e uma árvore criam uma amizade e o menino vai crescendo à medida que o livro avança)

"Rir é o melhor remedio. É por isso que eu rio de pessoas com aids./ Acabei de fazer uma piada sobre estuprar a minha amiga quando ela estava dormindo./ Eu queria caçar animais de grande porte, mas sei que isso é moralmente questionável. Então estou indo atrás de caçar alguém para estuprar!"

“A melhor coisa de ser estuprado é quando você acaba de ser estuprado e fica tipo ‘ufa, isso é maravilhoso, não ser estuprado!'”

Bom, a Disney não gostou do que viu, e o resultado foi simples e direto ao ponto, demitiram o diretor e fizeram a seguinte declaração sobre o assunto: "As atitudes e declarações ofensivas descobertas no Twitter de James são indefensáveis e inconsistentes com nossos valores, e danificaram nossa relação com ele".

O diretor deu também uma resposta em relação à coisa, dizendo "Muitas pessoas que acompanharam minha carreira sabem que, quando eu comecei, me via como provocador, fazendo filmes e contando piadas ofensivas e falando de tabus. Como tenho discutido publicamente, à medida que cresci como pessoa, também desenvolvi meu trabalho e meu humor".

Naturalmente muitas pessoas se manifestaram negativamente, porém tiveram apoios também, como o ator Dave Bautista, o Drax da série de filmes. Ele disse o seguinte: “Eu tenho mais a dizer sobre isso, mas agora, eu direi isto: James Gunn é uma das pessoas mais amáveis, atenciosas e de boa natureza que eu já conheci. Ele é gentil e se importa profundamente com pessoas e animais. Ele cometeu erros. Nós todos cometemos. Eu não estou bem com isso que está acontecendo com ele”

Eita ferro ein? E o engraçado é que realmente em 2008 o cuidado era bem menos em relação ao que se dizia na internet, o twitter tava nascendo e se popularizando ainda naquela época. E as pessoas falavam o que bem entendiam. Era tão comum que parecia até normal. É tipo aquela bagaceira dos programas infantis dos anos 80 e 90, tava lá, todos viam, mas era tipo "Tá '-' ". E só com o passar dos anos é que isso mudou. Fico imaginando o tanto de coisas que hoje em dia não parecem normal, mas só começaremos a ver direito daqui vários anos.

Comentários