Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 9 de maio de 2017

O casal que perdeu os filhos graças a canal no youtube

Antigamente só a TV e cinema podiam apresentar algo através de uma tela, no entanto com a era do youtube, as pessoas puderam fazer os seus próprios programas, gerando quilos de entretenimento. Mas o mundo é grande e coisas doentias acontecem, as vezes propositalmente, as vezes sem querer e o youtube nos mostra todo tipo de bizarrice. Um exemplo foram os pais que perderam a custódia das crianças graças a seu canal.
Isso me faz lembrar de uma época que vi um canal de um cara que ele colocou vídeos dos filhos trabalhando e ele os humilhava porque repetiram de ano e faziam coisas como xingar a empregada, etc. Me fez pensar "Nossa, esse cara é louco!". Quero dizer, sei que ele só tava frustrado e por isso queria humilhar os filhos pros amigos deles verem, mas esse é o tipo de coisa que faz o conselho tutelar surgir.

Mas bom, pais tem suas formas variadas de lidar com situações, seja como aquele que meteu nove tiros no notebook da filha e meteu um esculacho estiloso nela, ou algo mais esculachado, como aquele que arrastou o filho pelado pela rua porque foi a uma lanhouse mesmo estando proibido de mexer no PC.



Mas no caso do casal Mike e Heather Martin, a coisa foi diferente, eles não faziam vídeos para punir suas crianças, mas sim para tirar sarro em umcanal chamado DaddyOFive. Pegadinhas e tal, o problema é que eram crianças muito novas e as pegadinhas eram bem pesadas, com gritos, tortura psicológica, empurrões e as crianças apavoradas.

Dos cinco filhos do casal, dois deles eram adotados, Cody e Emma. E exatamente esses que foram retirados da família e foi dada uma custódia emergencial para a mãe biológica. O responsável por fazer o caso se popularizar foi o youtuber Philip DeFranco. Isso fez com que os vídeos fossem colocados no privado. Mas aqui você pode ver algumas coisas:


Tenho que assumir que quando li sobre isso, pensei que era só mais um daqueles escândalos da internet, eu que os pais não fizeram anda demais, porém o mundo caiu em cima. Mas realmente achei pesado demais o tipo de coisas que faziam com o menino. O casal depois fez um vídeo arrependido, aqui está:


Olha, sinceramente eu não acredito que eles tenham feito por maldade (Me crucifiquem!) , sim foram pesados e sim são coisas horríveis, mas a sensação que me passou é mais de uma família exagerada que não pensa muito bem sobre o que está fazendo. Não acho que seja algo do tipo "Somos cruéis, vamos infernizar nossos filhos", mas sim dois pais que gostam de tirar sarro, viram que o canal fez sucesso e continuaram, mas sem perceber deixaram a coisa evoluir a algo tão bizarro.

Bom, posso estar errado, mas é o que acho né... Afinal não creio que pessoas puramente cruéis adotem crianças. Não creio que seja que nem aquele casal chinês que vendeu os filhos pra jogar jogos online ou algo do tipo. Mas isso deixa uma lição né, é preciso saber a hora de parar.

Um comentário:

Jeff Flower disse...

Então, Cody e Emma não eram necessariamente adotados,o Daddy é pai biologico delas mas a moça e madrasta e, as pranks eram mais pesadas com os dois. Tem um video que Cody está todo machucado na região da cabeça, e na maioria dos videos você pode ver o pai literalmente forçando as crianças a participar dos pranks...Na minha opinião além de degenerados eles são burros de gravar coisas nesse teor e jogar na internet.