Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Lyrebird - Uma assustadora inteligência artificial de voz

É claro que a tecnologia ajuda muito em nossas vidas, no entanto existem coisas "pequenas" e que por alto são vistas apenas como muito legais, mas que podem causar um verdadeiro caos! Um exemplo é a tecnologia desenvolvida pela startup Lyrebird, que é capaz de imitar perfeitamente a sua voz. A princípio pode ser visto como nada demais, apenas algo legal, afinal já vimos programas que alteram a voz como o MorphVOX Pro. Mas com um pensamento mais profundo, é um passo histórico para o caos.



Bom, tudo começou quando a Lyrebird anunciou a sua tecnologia que é capaz de imitar vozes. Tecnologia nova aparece todo dia, então olhando rapidamente é possível dizer só "Tá...". A coisa funciona da seguinte forma, você fornece um minuto de áudio de sua voz e a I.A. reconhece todos os padrões, imitando. Como amostra a empresa lançou um audio onde aparecem Trump, Obama e Hillary conversando sobre essa tecnologia, aqui:


Se você não for simplório, verá inúmeras possibilidades. Imagina pessoas que estão criando o seu primeiro jogo e não tem grana pra pagar dublagem? É possível gravar um elenco inteiro com uma pessoa só! Imagina atores que já morreram, mas seus personagens ainda são usados, por exemplo a princesa Leia, que será utilizada eternamente em jogos e filmes.

Isso gera a possibilidade de músicas serem feitas com a voz perfeita para aquilo. Ainda mais com os amantes de música eletrônica, uma voz artificial é algo que naturalmente se encaixa nesse estilo. Mas alguém com uma voz realmente horrível poderá gerar uma música que escreveu e no fim sair algo gostoso de se ouvir.

Claro, tem o lance do desemprego também. Afinal de contas temos dubladores que tem talento, mas não tem o tipo de voz adequada pra certos personagens, e vice versa. Esse tipo de coisa abre a porta para apenas pessoas talentosas pegarem um elenco inteiro e lançar uma obra de super qualidade.

Isso também pode gerar coisas meio doentias como ouvir a voz de uma pessoa querida que morreu, mas que você tem a voz dela gravada. Algo meio Black Mirror, e aliás é bem o tipo de tecnologia que nos faz parecer cada vez mais Cyberpunk.

Mas o que realmente assusta é o mal que algo assim permite. Notícias falsas sempre rolaram a solta, então imagine com vozes podendo ser inseridas em vídeos? É o tipo de coisa que dá muito mais força à era da desinformação.

E os golpes? Com a quantidade de redes sociais que temos, nós sabemos tudo sobre todos. Você entra no canal de um youtuber iniciante aí e tem acesso às redes sociais dele, sabe quem é mãe, pai, vó, tio, tudo. Descobre seus horários, momentos que não está em casa. Agora imagina a voz de um filho ligando pra mãe e dizendo que foi sequestrado e precisa de um depósito urgente?

E coisas mais grandiosas? Recriar voz de presidentes, militares e pessoas poderosas em geral. Espionagem industrial, guerras, pode rolar de tudo se você tem a voz certa. Imagina as possibilidades caóticas que algo assim não gera? Sem contar com as próprias máquinas né? Já vimos as previsões caóticas de Stephen Hawking, e como as máquinas podem nos destruir se quiserem e terem liberdade para isso. Então imagina podendo imitar vozes?

Enfim, a tecnologia permite ainda gerar vozes aleatórias, além de poder controlar as emoções apresentadas na voz. Sendo assim até pra quem não tem um dublador pode ser algo criado direto do programa. Mas e vocês, o que acham disso?

Nenhum comentário: