Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Stranger Things - Jogo brasileiro para Atari 2600

Eu já falei aqui no jogo sobre o seu e o meu sonho de criar o próprio jogo, e o que antes parecia ser impossível, de repente chegou a um ponto que passou a ser uma mera brincadeira para muita gente, possibilitando assim fazer jogos pequenos e lançar rapidamente sem compromisso, mas que podem ter um baita de um brilho. E hoje vou falar exatamente sobre um desses.



O Atari 2600 foi lançado em 1977 e se tornou um verdadeiro fenômeno em vendas. Hoje em dia quando se fala "Isso parece jogo de Atari" é algo que é visto como coisa velha e mal feita, no entanto naquele tempo o Atari fazia a alegria de muita gente, era sinônimo de diversão com seus lançamentos variados. Esse console deixou sua marca registrada na história dos jogos. Video games não eram tão comuns quanto hoje, então era maravilhoso ver que você de repente podia jogar algo novo no mesmo aparelho.

E uma coisa que acontecia constantemente eram os lançamentos baseados em filmes e séries, lembram da lenda dos cartuchos enterrados de E.T.? Que levou décadas até descobrirem a verdade sobre? Pois é, aquele jogo tinha sido lançado para Atari 2600. Sendo assim esse negócio de adaptação para jogo para acompanhar o sucesso de algo vem de décadas atrás.

Sendo assim o estúdio carioca Pixhitt resolveu aproveitar o sucesso da série Stranger Things para fazer um pequeno joguinho usando as mesmas limitações do Atari 2600. E a ideia foi simplesmente genial, isso porque ao mesmo tempo que é um jogo simples, acaba sendo uma propaganda para a empresa, já que esse tipo de coisa atrai uma multidão de pessoas.

A jogabilidade é inusitada, ao invés de te colocar no controle de um dos garotos, você controla a mãe de Will no mundo invertido, com portais espalhado por toda parte e criaturas da mesma raça do "Demogorgon" aparecendo para atacá-la, porém dessa vez ela tem uma arma e tá pronta pra sentar a bala em qualquer um! Ò_Ò

Uma coisa curiosa é que realmente nos video games você via coisas nada a ver assim de vez em quando, como colocar um elemento que não se tem na obra original para fazer a jogabilidade ficar mais fácil, algo bem no estilo daquele jogo do Harry Potter que dá porrada kkkkkk.

Enfim, achei muito maneira a ideia do estúdio, foi uma forma inteligente de ganhar atenção não apenas de brasileiros, mas internacional. O jogo foi lançado em inglês mesmo, apesar de que quase não tem nada pra ler, mas dessa forma faz com que fique algo tranquilo para qualquer pessoa do mundo, e não "O jogo em uma língua estranha". Quem se interessar pode fazer o download aqui.


E aí, o que acharam? É bem simples e algo para se passar o tempo, mas achei interessante, algo curioso para se fazer gameplay. Também algo difícil pra caramba, a quantidade de monstros que aparece te cerca rapidamente e a arma chega a um ponto que fica sem munição. Notem a trilha sonora remixada, ficou muito maneirinha. E aproveitando a matéria, não deixem de conferir também o inusitado RPG de Mesa de Stranger Things.

Um comentário:

Vitu disse...

Eu vejo pixels, eu curto