Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 24 de janeiro de 2016

Maria e Draco - A fantástica ópera de Final Fantasy VI

Existem momentos em jogos, que são épicos! Você simplesmente fica encabulado em como o bagulho foi louco! A elaboração de algumas cenas conseguem te marcar demais e ao falar do jogo para alguém, é praticamente impossível você não citar aquela cena que te deixou tão abismado, como por exemplo a primeira aparição de Drácula em Castlevania 64, é algo semelhante a aquelas trilhas sonoras que marcam pra sempre.

E o espetacular Final Fantasy VI conseguiu fazer as duas coisas ao mesmo tempo, reunir uma cena mais do que épica, com uma trilha sonora marcante, e além disso ainda colocou tudo junto em algo que apesar de você controlar a personagem, também poderia servir como uma cinematic, de tão legal que a coisa ficou.


É a cena da casa de ópera. Nessa parte do jogo é apresentado o lugar e uma atriz está desaparecida, no entanto uma personagem chamada Celes é uma sósia dessa cantora. E assim a usam para rapidamente ler o roteiro da coisa e entrar no lugar. E aí já é um dos pontos que começa a diversão, você REALMENTE tem que dar uma lida no roteiro e no que tem que fazer no palco.

A história fala sobre uma guerra que está tendo entre o Leste e o Oeste, e um dos guerreiros que participa da guerra é Draco, um homem apaixonado por Maria, mas que tem que sofrer a dor de estar separado dela, não tendo ideia se a amada está ou não bem.

Quando se sente pronto e capaz de lembrar as falas e o que tem que fazer, entra em cena, e tem que acompanhar os acontecimentos durante a ópera, sendo que em alguns momentos, aparecem opções para você escolher a próxima fala durante a música. A coisa é tão bem feita que mesmo não tendo dublagem, a melodia acompanha a letra, é de arrepiar a coisa. E a cena é grande pra caramba, confiram duas versões, a resumida (4 minutos) e a completa (11 minutos):

Versão Resumida


Versão Completa



Caramba, vão dizer que a ideia dessa cena não foi um verdadeiro espetáculo? Os caras realmente deram uma variação na jogabilidade com um toque especial que encantou demais. Na época em que joguei e vi isso, foi impossível não começar a pensar em um live action da coisa. Na verdade boa parte das cenas de Final Fantasy VI me fizeram viajar, imaginar como seria aquilo em uma versão 3D ou um filme, pois tem muitas cenas simbólicas espetaculares.

Depois dei uma pesquisadinha e achei algumas versões da coisa realmente cantadas, e inclusive refeitas mesmo por uma orquestra e tudo mais. Se tiverem curiosidade, aqui embaixo tem uma versão em japonês da coisa. Essa apresentação é de 2004 e mostra exatamente a parte apresentada no jogo, no entanto a coisa completa tem nada menos do que 90 minutos:

Fantástico né? Engraçado como algo que por admiradores de ópera pode ser visto meramente como um joguinho de criança é capaz de no fim das contas apresentar algo realmente épico a ponto de inspirar uma orquestra real a criar uma versão aumentada da coisa e começar a fazer tours capazes de entreter muita gente.

Naturalmente para algo assim, não poderiam fazer apenas uma versão né? Afinal de contas fãs se encontram em toda parte, e muitos deles são talentosos o suficiente para apresentarem suas próprias visões da coisa. Essa versão aí é em italiano, uma língua muito mais a ver com ópera e em um cenário também muito mais a ver, por outro lado não tem a orquestra nem o Draco, confiram:


Bem legal né? Muito bem produzido o vídeo, e agora para terminar. Uma versão que conseguiu juntar as duas coisas, o cenário, mais personagens e uma coisa mais épica foi a junção da versão dublada da coisa, com os cenários originais em gráficos no jogo para Super Nintendo, algo que ficou de arrepiar, especialmente para quem já jogou, confiram:


E para finalizar, nem todo mundo sabe, mas a versão de Playstation 1 do jogo teve um diferencial bem legal que os lançamentos para aquele console costumavam fazer, que era adicionar um vídeo de início e finalização, e com Final Fantasy VI não poderia ser diferente, pegaram a coisa e tacaram dois CG's.

Para a época era demais, ainda mais se você tinha jogado a versão para Super Nintendo, de repente você via pela primeira vez aquele universo épico em um vídeo 3D. Mesmo sendo algo breve, era bastante maravilhoso. Só que uma surpresinha do vídeo de finalização, é que além de mostrar pela primeira vez aquele universo em 3D, ele também pela primeira vez mostrava parte da cena da ópera e de sua música, junto a diversos momentos épicos do jogo. Pra quem zera, depois de passar por aquilo tudo é realmente de fazer os pelos do braço arrepiarem, confiram que coisa mais épica:


Nenhum comentário: