Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Mad Max - Mundo caótico para amantes de jogos agitados

Quando o primeiro Mad Max foi lançado em 1979, o filme causou um baita de um impacto, mas ainda não tinha aquela essência que inspirou tantas outras obras. Estou falando do imenso deserto, o primeiro filme da série era em um ambiente mais urbano, apesar de também muito caótico, depois disso o cenário foi ficando cada vez mais decadente e chamativo. Quando o filme de 2015 veio para revitalizar a franquia, a Warner aproveitou para também lançar um jogo, e chegou o momento de falar sobre ele.


A história não é baseada na trama do filme de 2015, mas apresenta o mesmo personagem, Max, que no passado perdeu sua família e agora vaga pelas terras devastadas, em um lugar sem lei alguma e onde a violência é o que define quem vive e quem morre. E ao se encontrar com um estranho homem deformado que o chama de "Santo" e pensa ter encontrado o "Escolhido", passam a viajar juntos e fazer alianças.

Antes de tudo, não, esse jogo não é uma adaptação do filme de 2015, e sinceramente eu acho isso muito bom. Todo mundo sabe que empresas costumam ter um baita de um descuidado ao lançar jogos baseados em filmes, e no caso desse eu fui jogar preparado para ver algo bem genérico, de má qualidade mesmo. Mas tenho que dizer que me surpreendi!

A Warner fez uma baita de uma campanha de marketing em cima da coisa, na verdade foram meio que duas campanhas em uma, pois da mesma maneira que promoviam o filme, acabavam promovendo o jogo também. Um bom exemplo disso é ver o dia em que os motoristas do Uber usaram carros de Mad Max, então o investimento foi bem pesado mesmo.

Aqui você tem uma experiência semelhante a outros jogos, como por exemplo Far Cry 4, ou seja você tem um mundo aberto, cheio de bases, bandidos, lugares com coisas escondidas, missões alternativas e etc. E vai explorando e cada vez mais conhecendo a vastidão do ambiente, além de tendo encontros constantes.

Existe um imenso sistema de evolução, que você pode fazer melhorias das mais variadas, indo desde o seu estilo de luta, até aperfeiçoamentos do carro. Algumas dessas coisas são apenas estéticas como a carcaça, mas outras dão utilidades novas muito boas, como por exemplo espinhos no carro. Além disso cada elemento pode receber atualizações e ficar ainda mais poderoso.

O universo é muito fantástico, você se sente livre demais e não sabe o que te espera, por exemplo você pode estar na beira da estrada observando algo com seu binóculo e de repente aparecerem carros com bandidos tentando te atropelar e logo descendo para te espancar até a morte. Ou pode acontecer exatamente o contrário, e você ficar esperando com seu carro escondidinho para pegar o primeiro infeliz que passar por ali.

No sistema de combate direto, você pode atacar e defender, além de aplicar contra-ataques, e com o sistema de evolução isso vai ficando cada vez mais luxuoso, como por exemplo a fúria que você libera no jogo e após uma certa quantidade de pancadas, o personagem começa a atacar com muita força.

Também é possível pegar armas dos inimigos no chão e usar contra eles, e você ainda tem uma arma, mas é preciso economizar munição obviamente pois é um mundo onde tudo é limitado pra caramba, então qui cada tiro tem que valer a pena, a não ser que você realmente não ligue nem um pouco para isso.

Os combates com carros me surpreenderam demais, eu pensava que não dava pra fazer algo muito além do bate-bate, mas aqui você corre pelas estradas e os combates são bem alucinantes. Acontecem coisas como inimigos pularem no seu carro e começarem a te atacar, fazendo com que você tenha que derrubá-los, e carros especiais usem certas engenhocas para tentar acabar com você.

É fantástico usar o arpão e arrancar a porta de um carro, para depois lançar novamente só que ao invés de arrancar o carro, pegar o motorista e sair arrastando ele, assim como é possível puxar o gancho de volta e ver o corpo do infeliz sendo arremessado. Com o turbo você pode evitar pancadas ou investir contra um carro com ainda mais brutalidade.

Achei o gráfico extremamente leve, e isso me deu até uma certa revolta, afinal de contas parece que empresas não ligam mais para otimização já que PC's ficaram poderosos demais, porém nesse aqui a coisa é realmente muito otimizada, rodou lisinho e foi um susto ver acontecendo. Então a desenvolvedora tá de parabéns nesse quesito. Veja se o jogo roda em seu PC.

O visual do jogo é muito fantástico, especialmente a noite você olha pro horizonte e vê as coisas acontecendo ,carros passando desenfreados, labaredas de fogo sendo cuspidas de alguns lugares muito distantes, entre outras coisas. Poder observar isso com o binóculo e ir a qualquer lugar é uma maravilha. Isso sem contar com ambientes escondidos no subsolo, ou mesmo easter eggs tipo o de Half Life 3.

Enfim, eu poderia falar muito mais coisas do jogo, pois ele é bem robusto mesmo, mas acho que já tagarelei demais por aqui. Então recomendo muito! Não é necessário assistir o filme pra entender a coisa, e não é um jogo genérico com certeza, é tudo muito bem polido e divertido. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.


Um comentário:

alex5432 disse...

Só digo uma coisa:
Borderlands > Mad max E Fallout 4.