Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 7 de novembro de 2015

[Conto] Eu voltei! E quero vingança!

A data é 30 de janeiro de 1933...

Adolf Hitler chega ao poder e ele está pronto para mudar a história para sempre. É noite e Hitler entra em seu escritório com um grande sorriso, as cortinas estão fechadas e ele se senta em sua poltrona confortável. O lugar não está iluminado a não ser pela leve luz que entra pela janela, ele a observa por um instante.

O homem se levanta e a abre, observa um pouco a rua lá fora, fica pensativo sobre como mudará a Alemanha e usará seus ideais para dar a sua nação o respeito que merece. Mas então os seus pensamentos são quebrados ao ouvir uma voz atrás dele:

-Então você conseguiu...

Hitler se vira surpreso e vê um homem sentado em uma cadeira no canto da sala, ele então pergunta:

-Quem é você?
-Eu? Sou quem te fez chegar ao poder, quem mexeu os pauzinhos várias vezes, ou você pensou que conseguiu mesmo tudo isso sozinho? Porque é um gênio? Não meu caro Adolf... Para você se tornar Chanceler da Alemanha foi necessário investir muito de meu tempo.
-Do que você está falando? Eu vou chamar a segurança!

Mas a verdade é que ele não chamaria, no fundo sempre soube que as coisas pareciam fáceis demais para ele, tudo parecia seguir um caminho certo como se alguém estivesse intervindo sempre. O homem então continua:

-Não vai não, eu sei que não...
-O que você quer?
-Te ajudar, mas agora é melhor que você me conheça pessoalmente. Nossos objetivos podem andar de mãos dadas.
-E qual é o seu objetivo?
-Vingança!
-De que?
-Bom, é melhor eu explicar direitinho mas já aviso que vai parecer uma ficção estranha. Tudo começou há quase dois mil anos atrás, eu ajudava as pessoas, era um cara legal, espalhava paz e amor.
-Dois mil anos?
-Eu disse que ia parecer uma ficção estranha... Continuando, vaguei por aí, falei sobre perdão, sobre amor, sobre tentar se colocar no lugar do próximo. Enfim, a bondade sabe? Não é necessário ser muito inteligente para se entender o que é a bondade, o que é certo e o que é errado. As pessoas se prendem a fortes dogmas religiosos e usam como desculpa para seu ódio. Eu fui contra tudo isso.
-Espera aí, você está me falando que você...
-Isso mesmo! O filho do homem em pessoa! Olha, vamos direto ao ponto, ok? Sei que vamos passar por toda aquela besteira onde eu tenho que te provar porque é uma história muito absurda e bla, bla, bla... Não estou com saco para enrolação na hora de te provar algo, está vendo aquela jarra com água ali em cima da sua mesa?
-Sim...

O homem se move até a mesa, acende o abajur, pega a jarra, derrama seu conteúdo em um copo com água e o novo chanceler vê a água ficando roxa diante de seus olhos. Então o homem bebe um gole e diz:

-Huuuummm!!! Vêneto, safra de 1878, que delícia!
-Espera aí! Você consegue escolher a safra que vai converter?

Jesus para de degustar imediatamente e olha pra Hitler com uma cara de que a pergunta mais idiota do mundo acabou de ser feita e então diz:

-Eu sou o filho de Deus cara, o que que você acha?
-Desculpe...
-Mas então, continuando, sei que ainda tem suas dúvidas mas já deve estar crendo um pouco mais, e é noite, eu to cansado então sinceramente não estou afim de caminhar sobre a água da tua banheira pra mostrar mais uma das minhas habilidades incríveis, sendo assim vamos ficar só com a parte do vinho por enquanto.
-Que seja. - Diz Hitler intrigado.
-Muito bem, eu falei tudo aquilo pro povo, falei que era para serem bons. Tudo o que eu queria era que fossem legais! Simples, só isso, e o que fizeram? Me pregaram na porcaria de uma cruz! Você tem ideia do quanto dói um negócio desses?
-Imagino.
-Daí ok, eu voltei né. E por um momento teve um tempinho de paz, afinal de contas um coitado foi pregado na cruz né? Um mártir! Só que a humanidade gosta de botar pra ferrar com tudo! Aí tudo começou de novo. As pessoas se achavam melhores pois não eram Fariseus, eram "Cristãs". Mas sinceramente é a mesma coisa. Já ouviu falar da parábola do Fariseu e do Cobrador de Impostos?
-Bom, eu...
-Ah não importa porque não estou com saco pra contar ela mesmo, dê uma conferida no meu livro que você lê. O negócio é, eu lutei tanto para fazer algo revolucionário, fui sacrificado graças ao que preguei. Eu poderia ter vivido minha vida numa boa, você sabe o que é ter vários super poderes em uma terra com sol escaldante e vivendo em uma época em que não se tem ventilador? Mas não, não, não, não! Eu tinha que querer ajudar essa gente né? Tinha que ir lá, falar umas coisas legais e achar que eles criariam vergonha na cara. entende?
-Er... Acho que sim...
-E a parábola do Bom Samaritano, você já ouviu?
-Ah essa eu...
-Não importa, se não ouviu você tá por fora viu! Essa é uma das mais clichês, consulte meu livro imediatamente afinal de contas crendo ou não o negócio é cultura, é tipo deuses gregos, entende? Não importa se você não crê naquilo, mas saber é interessante.
-Entendi...
-Mas voltando ao Samaritano, dá pra substituir tranquilamente o Samaritano por um ateu e o resto dos personagens por cristãos. Você acha que não?
-Eu...
-Então! Algumas igrejas usam uma cruz pra simbolizar o lugar, mas um símbolo realmente adequado deveria ser um braço com uma mão onde o dedo está apontando. A coisa mais comum que se vê é cristão apontando o dedo para o erro dos outros! É o tempo todo, eles não param! Eles infernizam a vida das outras pessoas com esse maldito dedinho apontado vinte e quatro horas por dia! Será que é mesmo esse o exemplo que passei? Tá vendo isso aqui?


Jesus mostra então em seu pulso uma cicatriz de um profundo ferimento e continua a falar:

-Tem ideia do tempo que demorou pra cicatrizar esse negócio? Foi um saco! E não vai desaparecer não! Eu tenho que carregar isso pra todo lado e ainda ver essa cruz em uma penca de igrejas pra me lembrar do que rolou? Porque com certeza aquela cruz não é pra lembrar a eles do que fiz pela humanidade!
-Deve ser chato...
-É um saco! - Jesus continua a falar, mas faz uma voz fininha irônica - "Olha, fulana usa roupas erradas, ela vai pro inferno", "Olha, o filho do meu vizinho é afeminado, aquele viadinho vai pro inferno!", "Olha, a maluca da rua de cima cuida de um filho sozinha, a vagabunda dá pra todo mundo e vai pro inferno".
-Eita...
-Que?!
-Nada, é que eu não pensei que você falava assim...
-Ah, qual é né? Eu sou eternamente jovem, meu corpo não envelhece, meus orgãos não começam a falhar. Não tenho motivos para virar um velho rabugento, e se eu já era tão liberal naquela época, como você acha que eu seria quase dois mil anos depois? Como um cristão? Preso a velhos dogmas e sempre dizendo que a lei de dois mil anos atrás dizia que era pra apedrejar o pecador? Ou imaginou que o meu linguajar seria cheio de apóstrofes? Não tenho mais saco pra ficar usando palavras forçadas como minha'lma não, nós estamos nos anos 30 cara, é o futuro!
-Só estou surpreso.
-Mas então, o negócio é, o meu exemplo deveria ser de amor, de paz. E as pessoas estão por aí esperando o meu retorno. Você acha que eu sou doido de dizer que já retornei? Hoje em dia as pessoas tem armas de fogo e técnicas avançadas de tortura! Se eu chegar pra um cristão com papinho de perdão, de entender o próximo, de não julgar, de amar aqueles que pecam, você acha que vão fazer o que comigo? Vão é meter um tiro na minha cabeça! E sim, eu posso me curar, mas se já doeu demais as estacadas no pé, imagina uma bala na cabeça?
-Er...
-Mas como eu ia dizendo, depois da crucificação eu voltei né, e reza a lenda que foi só pra dar um "oi", dizer que tava vivo e depois me mandar pro céu. Mas a verdade é que não foi assim, resolvi tirar umas férias por aqui, relaxar depois de todo aquele drama, passear um pouco e ver como as coisas ficavam. Ingênuo do jeito que eu sou, pensei que aquele climinha de arrependimento iria durar e as pessoas trilhariam um caminho de bondade. E aí a zona recomeçou! Você tem ideia de como eu me senti traído?
-Acho que...
-Muito! Muito traído! E claro, eles apontam, apontam, apontam e quando alguém vai lá e cita o que eu fiz, a minha posição diante de pecadores e como esse ódio disfarçado de bem é exatamente o mesmo dos fariseus, aí eles já mudam de posição "Não cara, mas não é isso que eu to falando, eu sou o bonzinho da história, eu só to tentando te salvar!".
-Hum...
-E é só usar a inteligência! Pensa, Deus quer que você o ame por vontade própria ou por medo? Eles chegam e começam a gritar sobre como você vai queimar no inferno, que você precisa se arrepender. Que a dor vai ser eterna! E mais um monte de coisas que parecem mais ameaças. Será que a pessoa vai mesmo se arrepender com sinceridade? Ou será que ela vai estar fazendo uma lavagem cerebral se obrigando a isso?
-É que...
-Exatamente! Eles querem converter as pessoas, ter poder! Não seria muito mais interessante uma pessoa conseguir converter outra por ser inspiradora? Digo, imagina se você fizer o bem sempre? Ajudar ao próximo, ser caridoso, ser compreensivo, tentar ser uma pessoa melhor, se esforçar porque sabe que isso é o certo a se fazer. Isso sim seria inspirador! Outras pessoas poderiam olhar e dizer "Nossa, olha como ele é bom, olha como ele faz isso com gosto e se esforça, isso é um exemplo, que cara legal, quero ser como ele!" e aí sim se converte por pura vontade ao cristianismo e não por medo. Esse é o tipo de pessoa que Deus quer, não?
-Acho que s...
-E ainda colocam Deus como se fosse uma criança mimada e vingativa, as pessoas tem a cara de pau de humanizar Deus, de fazer com que pareça ser um mero mortal irritadinho que não ganhou o brinquedo que pediu e agora vai gritar.
-...
-Mas lógico, eles não veem isso, eles não querem ver! Eles querem julgar, querem apontar, querem ver o sofrimento! E o pior é que nem percebem isso, acham natural. A maioria nem ao menos leu meu livro, só ouviu alguém contando. Eles só mudam de posição na hora que vão infernizar a vida de alguém e essa pessoa me conhece de verdade e me cita, aí a pessoa muda de posição imediatamente! Vem com aquele "Não, não é isso que to tentando dizer! Eu sei que Jesus era assim e bla, bla, bla.". Já ouviu falar da parábola do Cisco e a Trave?
-Eu...
-Tá no meu livro! Tá lá escrito claramente! É só dar uma consultada! Mas você acha que cristão tá ligando pra Trave? Eles não querem olhar pros próprios pecados não. Afinal de contas como é que dizem sempre? "Deus escreve certo em linhas tortas"! Quando algo está apontando o pecado dos outros, aí ok, eles vão com um sorrisão apontar. Agora quando tá apontando o pecado deles mesmos, é só dizer que é questão de interpretação, daí você pega a palavra, torce, torce, torce, torce até deixar do jeito que você quiser que ela signifique, e é fácil, afinal de contas é uma escrita difícil né? Todo mundo vai acreditar, e tem aqueles que sabem de seus pecados e apenas dizem "Mas estou ciente e eu vou pedir perdão!", e essa é a desculpa! Uns descarados.
-É...
-Eu sei bem que tem gente que só é assim porque foram ensinadas, mas eles tem preguiça de pensar! Quero dizer, uma pessoa nasce no meio da Índia, adora seus próprios deuses e faz o bem a vida inteira e tem cristão que acha mesmo que essa gente vai pro inferno? O que eles pensam que deus é? Otário? Acha que Deus gosta de alguém só pela roupa que usa? Deus gosta do bem! Somente isso, Deus não está nem aí para os gostos pessoais da pessoa, isso é problema dela! Livre arbítrio né? Humanos não são os bonequinhos dele. Roubar, matar, apontar o dedo pra outras pessoas, isso é não fazer o bem!
-Mas espera aí! Deixa eu falar! O que você quer? Eu não estou entendendo.
-Estou dizendo que é hora da Vendetta! É isso que estou dizendo! E quando vi que a zona tinha começado, resolvi que era hora da vingança, desde então de tempos em tempos venho movendo meus pauzinhos aqui e ali.
-Espera, você tem...
-Sabe como é que é né? Uma peste negra ali... "Olha, dizem que rato assado tem um sabor único ein! Provem aí!". Uma guerra mundial ali... "Olha, aquele Francisco Ferdinando devia acordar com os peixes ein?". E não pense que sou preconceituoso não! Estou falando de cristãos meramente porque eles são os que usam meu símbolo, mas isso está impregnado na humanidade! Então você acha que eu só vou me vingar dos ocidentais? Nã-nã-nin-nã-não! Todo mundo vai pagar! Aqueles japas mesmo eu já to mexendo os pauzinhos com um projetinho explosivo pra por em vigor em breve! E tiveram vários outros não ocidentais que comeram o pão que o diabo amassou na minha mão... O genocídio de Dzungar, a Guerra de Castas. Vixe! Eu nem saberia contar quantas vezes rolou, e sabe o mais engraçado? Todo mundo fica bonzinho quando acontece uma dessas, todo mundo esquece do pecado dos outros e passa a gastar o tempo de uma forma mais adequada.
-Nossa.
-E agora tá na tua vez meu caro Adolf! A grande guerra foi só o pré-aquecimento! Chegou a hora de fazer maldades novamente do jeito que a humanidade gosta! Juntos nós vamos fazer esse mundo tremer! Vamos botar pra quebrar pois eles tentaram sacanear o Nazareno errado!

[Fim]

Autor: Thiago P. Correia

Não me julguem com muito ódio, tomem um copo de água, se levantem e vão até a janela, respirem um pouco, lembrem que essa é meramente uma obra de ficção, mas sigam o exemplo real de Jesus Cristo. Esse conto era pra ser só mais uma das postagens toscas que faço na minha linha do tempo do facebook falando sobre "Vingança" mas ficou grande demais então decidi postar aqui. Caso gostem desse tipo de ficção podem comprar meu livro Folhas Secas Daquele Outono.

Obs: Se verem algum erro de digitação/português é só avisar que arrumo. =)

5 comentários:

Chrystian disse...

Caraca, gostei de mais da sua escrita, adimito que teve partes que eu ri ( e agora estou com medo de ir para o inferno). Teve alguns errinhos bobos, mas a concordância gramatical está ótima, a linguagem de expressão coloquial que vc empregou em Jesus ficou ótima, deu até pra imaginar ele falando isso tudo. Não é a primeira vez que me impressiono com a sua facilidade de se expressar e contar história, "Mendigo Dançarino" não me deixa mentir. Vou correndo comprar o livro Folhas Secas Daquele Outono. E queria saber se ainda pretende num futuro bem próximo, escrever mais um livro?

Skywalkerpg disse...

Olá, obrigado! =D

Bom, em um futuro próximo não, tá sendo um inferninho conseguir vender esse kkkk. Mas espero no futuro lançar um segundo livro sim. =D

Matt Kist disse...

Jesus é amor,
Jesus é bondade,
Jesus é perdão,
Jesus é wolverine,
Jesus é nazista,
Jesus é HOLOCAUSTO!

Dr. Kãmis disse...

skywalker eu gostaria de compartilhar o texto (facebook por exemplo) mas infelizmente n dá nem pra da ctrl+c no texto ;-;
tem um erro no texto que repete a palavra pessoa mas n vou dizer ond pq é chato perder a linha d vista ja q n tem nem como marcar ond está ;-; então n consigo pegar o trexo do texto pq vc ja sabe q é impossivel a nao ser escrevendo ele e eu n kero escrever ele
flw
obg
abraços

Skywalkerpg disse...

Deve estar se referindo ao "Gostos pessoas da pessoa" que seria gostos pessoais. Valeu, arrumei. =)