Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Ash vs Evil Dead - Série onde não economizam na chacina

Essa é uma daquelas matérias que eu me sinto até perdido sobre por onde começar de tão empolgado que a coisa me deixou. Digo isso porque sou completamente apaixonado por A morte do Demônio e nem preciso falar que foi uma maravilha poder assistir a série da coisa. Sentir novamente aquela atmosfera tão especial e reconhecer diversas técnicas extremamente trash que foram usadas na trilogia.

Eu já tinha falado aqui do média metragem Within the Woods, lançado em 1978 e absurdamente trash, ele foi o que deu origem ao filme de 1981 com o mesmo diretor (Sam Raimi) e atores, tendo destaque o ator Bruce Campbell que é o vilão principal em Within the Woods, mas em Evil Dead atua como o protagonista Ash. Em 1992 saiu o filme que fechava a trilogia, Army of Darkness.


Depois disso foi um estouro, se você lê a matéria que citei ali em cima sobre Evil Dead vai ver que a franquia tem jogos, quadrinhos, adaptações para teatro e inspiração por toda parte. Simplesmente é uma daquelas franquias que você sabe que a cultura pop amou usar, pois quando menos se imagina tá lá uma referência.

E lógico, as pessoas não puderam parar de falar em um Evil Dead 4, só que os problemas para produção, falta de tempo e tudo quanto é coisa acontecendo fez com que uma série de dificuldades acontecesse. E claro, o maior inimigo também começou a agir, o tempo. Ash é a cara de Evil Dead e com cada ano passando Bruce Campbell com um pé a mais no caixão, a ideia parecia cada vez mais complicada.
Em 2013 tivemos o remake A morte do Demônio, eu gostei bastante, mas é bem diferente, a essência é diferente. Isso porque um dos elementos de Evil Dead é o toque trash, a tosqueira presente. No remake o foco é para algo mais sério, mais pesado envolvendo jovens em uma cabana e "O mal" que tenta destruí-los. Além disso o filme também pode funcionar tanto quanto um reboot quanto um Spin-Off, pois são personagens diferentes, não tendo o Ash.

Nesse tempo o que acho que foi a coisa mais próxima que tivemos de um Evil Dead 4 foi o filme Arraste-me para o Inferno, que é claramente um sucessor espiritual da trilogia, pois além de ser dirigido pelo Sam Raimi, apresenta algo exatamente no mesmo estilo, uma pessoa enfrentando O MAL e com um baita de um toque de filme trash e cenas bizarras como a cabra rabugenta chamando a protagonista de vagabunda.

Então quando fiquei sabendo da produção de Ash vs Evil Dead, eu sinceramente não senti aquele calor no coração, afinal de contas convenhamos né? Quantas coisas não "vão virar filme" ou "vão virar série"? Você ouve isso o tempo todo e a maioria simplesmente não acontece, então sempre considero esse tipo de notícia como algo que está em negociações.

Agora quando começou a sair notícia de verdade com posters e tudo mais, aí sim a coisa me deixou feliz! No entanto não quis ver trailer nem procurar sobre trama nem nada, decidi que iria ver quando começasse a passar, o lançamento foi marcado para o Dia das Bruxas de 2015 como muita coisa é estrategicamente preparada.

A última vez que eu vi Evil Dead foi no começo do blog, para postar a matéria especial no terceiro mês de existência do Nerd Maldito (Março de 2008) mas é daqueles filmes que você é tão fã que grudam com força na sua mente. Sendo assim ter mais um pouco daquele gostinho 7 anos depois foi simplesmente uma verdadeira maravilha!

Uma coisa que nem todo mundo para pra pensar, é sobre o universo de Evil Dead. Todo ele é rodeado em um elemento, qual? O livro maldito Necronomicon! Que por sua vez foi inventado pelo autor norte americano H.P. Lovecraft. E a história é exatamente sobre uma distorção na realidade, entidades malditas que perseguem uma pessoa que entrou em contato com ela.

Foi engraçado perceber o quanto a minha visão de Evil Dead foi diferente das vezes que assisti os filmes antes. Isso porque o meu amor por essa franquia surgiu muito antes do meu amor por Lovecraft, mas depois de ficar tão ligado ao autor, eu assisti Ash vs Evil Dead vendo exatamente uma das histórias dos Mitos de Cthulhu.

Quero dizer, quantas vezes não vimos isso nos contos dele? Uma pessoa que entrou em contato com o Necronomicon e aí BUM! A bagaceira é solta! Leia o conto "O cão de caça" e veja exatamente isso acontecer. De repente uma lidinha rápida no livro maldito e é o suficiente para uma entidade sabe-se lá de onde e sabe-se lá o que ela quer, começa perseguir a pessoa sem parar.

Aqui a história é apresentada trinta anos após Ash ter entrado em contato com o Necronomicon pela primeira vez. Tudo parece estar finalmente sob controle, no entanto após fumar um baseado com uma loira que conheceu em um bar, os dois ficam doidões. Ela então comenta sobre a tatuagem que tem em francês e Ash diz que tem uma coisa que não é francês mas é interessante, e os dois vão ler o Necronomicon. Depois disso já viram né? Kkkkkk.

Nossa, essa é uma das séries que fui ver com o maior prazer. Assistindo o primeiro episódio eu pude sentir que cada minuto estava sendo bem aproveitado. Eu REALMENTE adorei assistir, relembrar aquela atmosfera tão incrível e perceber que as técnicas usadas estavam ali mais uma vez. Toda aquela tosqueira ficou demais.

Eu sempre falo que quando você faz uma coisa com prazer, ela é contagiante e as pessoas que assistem também sentem todo o prazer que o criador teve em fazer a coisa. Então imaginem a emoção do Sam Raimi em novamente dirigir Evil Dead e ter a liberdade de uma série? Acho que todo mundo sentiu isso, a STARZ também sentiu o potencial da coisa pois renovou a série antes mesmo da primeira temporada começar!

Enfim, você gosta de tosqueira com um toque de elemento de terror? Então fica essa dica espetacular! Se não assistiu a trilogia, dê uma olhada antes de tudo pois apesar de não ser necessário eu imagino que se você vai assistir essa série é porque acredita no potencial e os filmes são os prólogos da coisa. Então aproveitem! =)

3 comentários:

Leon Cotocso disse...

Agora só falta o Sam Raimi fazer um remake de "Xena: a princesa guerreira" e dirigir os próximos filmes do homem aranha e ta de boa.

André rodrigues taveira disse...

Cara eu fiquei feliz demais assistindo primeiro episódio
deu uma puta tristeza quando acabou evil dead é demais

CRM disse...

Excelente materia.