Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 10 de outubro de 2015

True Eyes - HQ brasileira em realidade alternativa nazista

Sem sombra de dúvidas o nazismo é um dos elementos mais influentes da cultura pop, e obviamente realidades alternativas envolvendo a segunda guerra mundial é o que não falta. Quem não se lembra do inusitado Dino D-Day? Que mistura dinossauros com segunda guerra mundial, ou do hilário Iron Sky em que os nazistas vão para o espaço.

E claro, a segunda guerra mundial não poderia deixar de influencias brasileiros também, fazendo histórias realistas como a série Heróis, ou indo para o lado da ficção, e esse é o caso da história em quadrinhos True Eyes, que tem nome em inglês mas foi criada pelo brasileiro Jean Pedroso, apresentando uma realidade alternativa da coisa.

Aqui a história também se passa no ano de 2015, no entanto a diferença é que os nazistas venceram a guerra. O resultado é que o rumo da história se modificou completamente e aqui as pessoas sofrem bastante coma injustiça que o exército alemão trás, fazendo pessoas sofrerem constantemente com seus planos para avançar a expansão da raça ariana.

A história tem início em uma cidadezinha rural chamada Milo Fields, que é conhecida pela produção de coisas orientais, já que imigrantes japoneses construíram o lugar. No entanto os nazistas decidem eliminar a presença estrangeira do lugar, e assim bolam um plano para fazer genocídio, a única pessoa que consegue fugir é Lara, uma jovem de 18 anos. 


Ela se diferencia das outras pessoas por ter nascido com um dom especial, pode ler a intenção de qualquer um ao olhar em seus olhos. E exatamente por esse motivo soube do plano desde o início que algo de ruim iria acontecer. Montado o cenário, essa é a história dela vagando por esse mundo tão diferente do nosso.

O autor usa um traço muito bonito, lembra um pouco os usados em certos animes e mangás antigos, com personagens tendo visuais mais fofos. Especialmente para aqueles que são fãs da cultura oriental podem gostar bastante desse visual. Também foi criada uma campanha de financiamento coletivo para lançar o mangá em formato físico. Clique aqui para conferir.

Um comentário:

Miya Seat Lee disse...

Sem sombra de dúvidas, é um projeto bem interessante!