Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Red Goblin: Cursed Forest - Pra quem ama jogo difícil

Acredito que a maioria das pessoas que gosta de jogos com visuais antigos, olha pras screenshots desse aqui e logo pensa em como é um jogo fofo e atraente, além de pelos cenários mostrados, você sente de imediato o quanto a jogabilidade deve ser gostosa, por outro lado o susto certamente é igualmente alto ao você perceber o nível de dificuldade cabulosa que o jogo apresenta.

A história se passa em um universo medieval vinte anos após a chamada "Guerra do Fogo", onde um cavaleiro branco chamado Artuo tem terríveis lembranças e simplesmente não consegue mais dormir, atormentado por elas, ele acaba achando um livro de feitiços e o usa para invocar um simpático goblin vermelho para ser seu companheiro. Certa noite Artuo decide que quer ir para a terra dos sonhos, ele fala para o goblin que não precisa se preocupar, que tudo vai ficar bem, mas ao usar o feitiço de teletransporte, os dois entram na floresta dos sonhos em tempos e lugares diferentes, e o goblin passa a vagar em busca de seu mestre.

Assim que li a história do jogo no início da partida, me senti estranho, parecia algo tão atmosférico, mas em geral a história é simples, com exceção do detalhe da guerra do fogo, que dá um toque a mais de profundidade ao mundo, então o que teria me feito ter essa sensação tão forte de um RPG antigo? Seria apenas os gráficos retro? Mas logo percebi que não era isso, mas sim um detalhe que fazia fugir do padrão, você não controla o humano, mas sim o goblin, e na era de ouro dos RPG's, a ideia de controlar outras criaturas era bem mais constante. É engraçado ver como esse pequeno detalhe muda tudo, afinal de contas se você controlasse apenas um cavaleiro perdido na floresta dos sonhos, teria uma baita de uma cara de jogo genérico, mas um goblin invocado que procura por seu mestre faz a coisa ficar bem mais intensa, esbanja bem esse clima excêntrico tão gostoso criados por RPG's com universo original tipo os Reinos de Ferro.

Todo esse estilo de RPG antigo certamente vai apaixonar os que amam aquela atmosfera, então se você gostou do climinha passado em jogos como The Waste Land e no super bem trabalhado Age of Fear 2: The Chaos Lord, certamente vai se sentir empolgado rapidamente com Red Goblin.

A jogabilidade é certamente um dos detalhes que vai assustar muita gente, isso porque em geral é um jogo de aventura que apresenta coisas de uma forma pura e gostosa, você deve vagar pela floresta, enfrentar inimigos, saltar, destruir obstáculos, evitar armadilhas, ganhar novas habilidades, coletar diamantes e usá-los para lançar magia.

Mas o grande susto vem no quanto o jogo é difícil, absurdamente difícil! Não é aquele tipo de jogo que você sabe que vai vencer, mas sim aquele tipo que você está jogando sentado de mal jeito, e toma um susto quando percebe que morreu já no começo, se ajeitando rapidamente para se concentrar de verdade. O que senti foi algo semelhante a quando joguei o viciante Instant Dungeon pela primeira vez, com a diferença de que esse aqui me gerou um pouco de frustração, especialmente por as vezes ficar preso em alguns lugares graças aos controles, por outro lado realmente me fez sentir na era dos jogos 2D absurdamente difíceis e onde você tem que se adaptar na marra.

O gráfico é maravilhoso, apesar de parecer ser algo da era 8bits em alta resolução, cada personagem tem tantos detalhes que é lindo de ver, é aquele tipo de pixel art que adicionaram retoques em toda parte, dando um certo clima de 3D com tantos efeitos, e isso não se resume a alto estático, já na cena inicial, aparece o cavaleiro branco e toda a movimentação dele, com uma área de pano da roupa se movimentando pra um lado e para o outro, é lindo de se ver.

Enfim, Red Goblin: Cursed Forest é um bom jogo para o público certo, e esse público certamente é o de apaixonados por universos de RPG e jogabilidade antiga, para quem gosta de todos os elementos reunidos aqui (incluindo a dificuldade absurda) certamente vai se sentir apaixonado. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: