Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 31 de março de 2015

Conheça as diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 5ª temporada - Episódio 16

Hoje vou fazer uma análise comparativa de mais um episódio de The Walking Dead em relação a revista em quadrinhos, se você ainda não tiver visto, recomendo dar uma olhada no episódio anterior primeiro.
E chegamos ao último episódio da temporada que começa com o Morgan, lembram dele? Caso você não lembre, ele aparece no começo da primeira temporada, é aquele homem acolhe o Rick em sua casa e tem um filho chamado Duane, além da esposa que fica vagando na frente da casa. Uma curiosidade é que essa não é a primeira vez que Morgan aparece na quinta temporada, ele dá as caras no episódio 8, se você esperou os créditos terminarem, viu que há uma cena especial com ele.

Bom, essa cena dele com altas habilidades de artes marciais não existe, em compensação existe nos quadrinhos um especial de natal em que mostra ele e Duane vivendo suas vidas e é apresentado como é o dia a dia dos dois, mas não acontece nada demais nesse especial, é só mesmo uma amostra grátis que foi feita pra promover os quadrinhos.

Depois disso tem a cena em que Rick acorda e os amigos dele tem um papo, já nos quadrinhos, Rick não desmaia, apenas olha assustado para Michonne e pergunta o motivo, e ela diz "Precisa responder? Olha pra você!" e Rick se sente arrependido e envergonhado, a briga acaba e ele vai pra casa onde fica pensativo. Douglas (O líder do lugar) visitá-lo e conta a história de como chegou a aquele lugar, que em versão resumida seu melhor amigo trabalhava na casa branca e os guiou ali, mas ele foi perdendo o controle com suas ideias e Douglas teve que matá-lo, daí ele sai do lugar dizendo "Não me obrigue ter que te matar também por perder o controle." e pronto, acaba aí a treta, tudo se resolve.

Então vem a sequencia de Aaron, Daryl e Morgan, ela não existe, e aproveitando, a parte dos "Wolfs" também não existe, ao menos não dessa maneira, talvez seja algum dos grupos que aparecem mais pra frente nos quadrinhos, mas tudo isso de por um W na testa não se tem.

Carol não ameaça Pete com uma faca, lembrando que essa personagem já morreu na época da prisão, portanto não há isso. Por outro lado a sua reação de "Essa não é minha casa" é bem exposta nos quadrinhos também, já que seu maior medo é de perder o controle sobre seu filho e mulher, portanto a sensação de impotência dele o deixa louco.

Padre Gabriel realmente é maldito quando tenta sacanear com o grupo para que sejam expulsos, porém com sua tentativa falha nos quadrinhos, sua ação seguinte é apenas ficar chorando mesmo, nada de tentar se matar ou fazer alguém do grupo matá-lo, Sasha nem ao menos existe nos quadrinhos, então não tem as cenas de choradeira. (Embora a cena dela deitando nos corpos seja bem poética e simbólica). A sequencia de Glenn também pode ser inteiramente descartada, já que ele não arruma briga com alguém, é um personagem completamente pacífico e embora antigo no grupo, com pouco brilho, a ideia de por uma história só dele foi boa na série.

Daí tem a cena da morte de Pete, que nos quadrinhos ocorre diferente, pois está tendo o enterro de um dos personagens que morreu recentemente, e na hora Pete chega irado e diz que é tudo culpa de Rick e que sua família era boa antes dele chegar, quando tenta atacar, Regina Monroe diz que é pra ele parar e Pete passa a faca em sua garganta. Douglas fica desesperado, mas um detalhe interessante é que ele é infiel, pois assim que o grupo de Rick chega, ele vai conversar com Andrea (A loira que namorou o Governador, mas não morreu nos quadrinhos) e pergunta na cara de pau se ela não está afim de um rolo e diz que seu casamento é só de aparências e não se amam há anos, mas Andrea cai fora e diz que não quer. Mesmo assim ele entra em desespero com a morte de Regina e pede para que Rick mate Peter.

A forma em que Rick reencontra Morgan é diferente, ele, Abraham e Carl voltam a Cynthiana pra ir até a delegacia e vasculhar a delegacia, mas pra surpresa de Rick, ele recebe uma pá na cabeça, exatamente como na vez em que ele conhece Morgan,  só que dessa vez ao invés de ser Duane que mete a pá, é o próprio Morgan e ele não está nem um pouquinho estiloso e calmo como na série, o cara tá muito louco e com um cabelo de dreads radicais.

Agora uma coisa curiosa, existe um final alternativo nos quadrinhos! Mas ele foi feito mesmo para brincar e não para ser um tipo de final oficial. Na edição 75 em que Rick toma a cacetada na cabeça, ele pergunta o motivo, existe o mesmo diálogo com a Michonne, mas antes que ele possa se lamentar, há um brilho misterioso e Rick desaparece na frente de todo mundo. Ele acorda novamente igual na primeira edição, no hospital e quando sai, acha uma roupa de super herói estilosa que ele acaba vestindo. Ao ir pra fora do lugar, está tendo um ataque alienígenas e ele chega bem na hora que Glenn tá sendo devorado por um zumbi, logo ele encontra Tyreese, Ramirez (Capanga do Governador que Rick atropelou, Axel (Um dos presos que o grupo achou na prisão e na HQ virou um baita de um personagem foda, mas morreu também) e Michonne, que logo lhe dá um resumo do que aconteceu:
Depois disso a cabeça de Michonne é destroçada, pois o Governador usa sua garra de metal que tem no lugar de um dos braços pra fazer isso e explica que se juntou aos alienígenas e diz "Até a Lori aqui concorda que essa é uma guerra perdida, junte-se a nós ou morra!" e tá a Lori em baixo chorando, vestida na maior roupinha de safada e abraçando uma das pernas do Governador, kkkkkkk, é muito trash, mas foi um final feito só pra tirar sarro. Mas e aí, o que acharam do final de temporada?


Nenhum comentário: