Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Millennium 5: The Battle of the Millennium - O fim da série

E finalmente chegamos ao final da saga Millennium, que no total tem cinco capítulos, sendo eles A New Hope, Take me Higher, Cry Wolf, Beyond Sunset, e para finalizar tem The Battle of the Millennium, que pode ser um alívio para alguns por finalmente poder ver em que dá a conclusão da saga que durou tanto, mas para outros também acaba sendo uma baita tristeza por chegar ao fim, mas obviamente é preciso ser fã desse gênero de jogo para acabar se usufruindo de verdade o que ele tem a oferecer.

A história apresenta mais uma vez a jovem Marine, que após uma longa jornada, agora está desesperada, pois em apenas alguns dias acontecerá o confronto em Mystrock, que decidirá quem serão os novos líderes daquelas terras. A garota vagou por muitos lugares para conseguir doze guerreiros que lutarão ao seu lado.

Vendo esse jogo e olhando para o primeiro, você consegue notar de primeira em como a série evoluiu com o passar do tempo. Assim como o título anterior da franquia, aqui você já começa jogando de lado, saindo daquele padrão de JRPG com visão de cima e ficando mais semelhante a um jogo de plataforma, por outro lado as coisas ainda usam a mesma mecânica, sendo assim você pode até ter uma experiência visual de plataforma, mas a jogabilidade é completamente de JRPG mesmo, e ainda há os momentos em que você tem a visão de cima.

Mas com certeza o jogo ainda continua tendo um baita de um foco na história, e aqui você ainda tem aquela opção de jogo chamada "Story Mode", onde os personagens ficam super poderosos e para quem apenas gosta de usufruir de uma boa trama, poderá jogar tranquilo. Você pode apenas sair matando e ver o que acontece. Há uma grande quantidades de reviravoltas e também os diálogos são muito bem feitos, apresentando tanto momentos emocionantes, quando momentos que te farão dar belas gargalhadas.

O universo do jogo continua bastante robusto, e assim você pode sair explorando vários lugares, ou simplesmente ignorar. Já graficamente, eu não consegui notar uma diferença, sendo assim acredito que tenham usado exatamente o mesmo visual, como falei é notável que do primeiro para o último jogo da franquia as coisas mudaram, mas ao comparar com o jogo anterior a esse, realmente não notei mudanças.

Enfim, obviamente para quem jogou os quatro primeiros jogos da série, esse é simplesmente obrigatório, isso porque aqui é o fim. Definitivamente esse consegue ser um jogo divertido e para fãs de JRPG será uma baita experiência, mas se for jogar, veja primeiro os quatro anteriores e só depois vá para esse,pois a história tem ligação direta. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: