Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Conheça as diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 5ª temporada - Episódio 04

Hoje vou fazer uma análise comparativa de mais um episódio de The Walking Dead em relação a revista em quadrinhos, se você ainda não tiver visto, recomendo dar uma olhada no episódio anterior primeiro.

Enquanto o episódio anterior usou uma quantidade enorme de elementos presentes nas histórias em quadrinhos, esse é um episódio que faz exatamente o contrário e não apresenta elementos da HQ, deixando assim algo um tanto voltado para a criatividade dos roteiristas mesmo, algo que eu sei bem que faz muita gente chiar e ficar cheio das frescuras porque "Eles não podem fazer isso já que ninguém no universo tem criatividade de fazer coisa boa em The Walking Dead, mas apenas o próprio criador da HQ!", porém eu realmente acho que os caras conseguem adicionar alguns elementos ótimos, e nesse caso gostei muito.

Esse episódio tem foco total na personagem Beth, que é uma personagem não existente nos quadrinhos. A Maggie tem sim algumas irmãs e irmãos, porém nenhuma se chama Beth, e após a prisão, não sobra nenhum Greene pra contar a história além da própria Maggie, ou seja, toda a parte de Beth na série, é algo exclusivo.

Quanto a parte do hospital, isso realmente não existe, mas se aparecesse algo assim nos quadrinhos, certamente a primeira coisa que os leitores pensariam a essa etapa da história seria "Quando será que tudo vai dar errado e geral vai morrer aí?", isso porque tantas desgraças já aconteceram com os personagens, que ninguém mais pensa no melhor, e tanto os leitores quanto os próprios personagens já se tornaram muito desconfiados e sempre pensando o pior do pior. Carl por exemplo, é um personagem que passou a achar insuportável a ideia de gente agindo normalmente como se nada tivesse acontecendo, e ao chegar em uma comunidade assim, ele ficou realmente aborrecido ao ver crianças fazendo coisas normais e pessoas felizes.

Apesar de tudo, eu gostei demais do episódio, gostei bastante dessa ideia de um hospital onde todos tem que trabalhar na marra pra funcionar e como os personagens agem como verdadeiros paranoicos. Acho que isso combina muito bem mesmo com esse universo onde pessoas estão tão desesperadas. E vocês, o que acharam do episódio?

Confiram as diferenças do próximo episódio clicando aqui

Nenhum comentário: