Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Conheça as diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 5ª temporada - Episódio 05

Hoje vou fazer uma análise comparativa de mais um episódio de The Walking Dead em relação a revista em quadrinhos, se você ainda não tiver visto, recomendo dar uma olhada no episódio anterior primeiro.

Esse é um episódio que achei um verdadeiro saco, especialmente após o espetacular episódio anterior, apesar disso nele é colocado um momento importante que acontece nos quadrinhos, mas também é preciso levar em conta que a maioria do episódio é inventado para o seriado, então em geral grande parte das coisas aqui colocadas são adaptadas.

O grupo não se separou na igreja, e assim você não tem toda essa cena exclusiva dos personagens do ônibus, na verdade todos estão indo juntos para Washington, mas mesmo nos quadrinhos, não existe todo esse foco chato que deram no Eugene, o episódio inteiro parece uma sessão de auto ajuda de um homem que tem que se superar na vida e enfrentar os seus medos, toda hora tem uma ceninha do tipo "Ele conseguiu se superar e salvou a mocinha segurando o zumbi", "Ele salvou o dia matando zumbis com uma mangueira de bombeiro!", e as ceninhas das personagens sentando e conversando com ele sobre o quanto ele é útil e especial, simplesmente um saco!

Quanto a espiadinha sacana do personagem enquanto Abraham transa com Rosita, isso realmente ocorre, o personagem gosta de ficar dando uma olhadinha aqui e ali, e sempre fica de olho no casal durante os quadrinhos.

Mas apesar do foco chato que há em Eugene, o motivo provavelmente é querer tentar mostrar para os telespectadores que o personagem é útil para então haver a revelação do final. Nos quadrinhos, Eugene tem um rádio que fica usando para se comunicar com a galera de Washington e quando estão bem próximos, Rick tenta usar o rádio, só que Eugene fica puto e no meio da confusão o rádio
  acaba caindo no chão e fica visível que não tem nem bateria ali. Ele tenta explicar e se desviar mas com toda a tensão, ele acaba abrindo o jogo e explicando que inventou tudo.

Sinceramente, eu gostei muito mais da versão em quadrinhos, acho que seria bem mais legal o personagem falando no rádio e todo mundo na expectativa quando de repente é apresentado que não há baterias. Aqui há toda uma tentativa forçada de criar uma simpatia com o personagem e no final ele mesmo abre o bico e ainda solta um "Eu sou mais esperto que você".

Enfim, basicamente é isso, esse episódio mostra um detalhe ou outro de como é a viagem original do grupo, e tem uma conclusão diferente. Veja as diferenças do próximo episódio.

Nenhum comentário: