Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 11 de novembro de 2014

A Herança de Valdemar - O nome é feio mas o filme é bom

Eu sei, eita nomezinho brega pra um filme né? Esse título parece de filme do gênero comédia, o que combinaria perfeitamente, mas por incrível que pareça, esse é um filme com um clima mais sombrio, eu não diria que chega a ser um suspense por ser meio descontraído demais, porém definitivamente há um toque de mistério na coisa, e momentos realmente marcantes. Embora pareça, não é um filme brasileiro, mas sim espanhol, sendo uma daquelas obras que já foi lançada com uma sequencia garantida. Após ver críticas muito boas, decidi dar uma conferida, e agora chegou a minha vez de analisar essa bagaça! Ò_Ò

A história se passa em dois períodos, a primeira meia hora de filme envolve uma expert em análise de construções antigas chamada Luisa Llorente, e que é enviada até uma mansão muito antiga que pertenceu a família Valdemar. O lugar está abandonado há muito tempo e por algum motivo nunca foi saqueado, estranhamente há também coisas bem esquisitas acontecendo no lugar. A segunda parte do filme se passa no passado, apresentando a família que ali vivia e como a presença do sobrenatural se impregna na construção.

Indo direto ao ponto, o filme é uma obra que faz parte do universo dos Mitos de Cthulhu, mas não é uma adaptação de nenhuma das obras de H.P. Lovecraft, e não é obrigatório conhecer nada sobre o autor, para entender a história, apesar disso se você conhece, provavelmente vai ficar bem impressionado com diversos elementos colocados nele. Por exemplo, é muito gostoso ver um culto tentando abrir um portal para outro universo e assim atrair alguma criatura, ou ver a reação de um humano em contato com um ser antigo.

A atmosfera é um pouco leve, o que é uma pena, mas os elementos colocados são bem lovecraftianos, mostrando o século 19 e todo um climinha de mistério. O desenvolvimento da família por exemplo, que começa a fazer sessões falsas de contatos com os espíritos e tirar fotos, para depois perceber que o sobrenatural realmente estava agindo no lugar, é muito incrível e gostoso de se ver.

Um outro detalhe bem interessante, é que o filme usa pessoas que realmente existiram para apresentar em um ritual macabro, como o poderoso ocultista Aleister Crowley, e o escritor de Dracula, Bram Stoker. Achei esse um toque realmente  legal e que deixou o momento em que uma certa coisa acontece bem mais impactante.

Enfim, esse é um filme que eu realmente gostaria que fosse mais sombrio, e que acho que o consideraria espetacular se fosse mais tenebroso, porém devido a ser mais leve, acabei o achando apenas legal mesmo, então fica a dica aí de filme para passar o tempo, e se você for fã de Lovecraft, pode realmente acabar usufruindo de forma muito tensa, especialmente se estiver naquele momento que quer ver algo acontecendo no universo dos mitos.

Nenhum comentário: