Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Gotham - Série mostra a turbulenta infância de Batman

Existem alguns heróis que já foram usados e abusados, e por mais que seja bem legal ver novamente uma história ser contada após alguns anos, no final das contas é natural que elas não surpreendam, e o mais legal mesmo seja a emoção de poder ver aquilo apresentado de uma maneira nova. Graças a essa apresentação constante dos mesmos heróis tantas vezes, foi preciso inovar e assim vemos obras que já não apresentam diretamente a história básica de um personagem, e focam em uma maneira diferente. Algumas dessas obras conseguem atrair um bocado pela proposta nova, e esse é o caso de Gotham, uma série onde o personagem principal não é Batman.

O foco do seriado é o oficial James Gordon, que é tão conhecido por ajudar o homem morcego, mas aqui a trama se passa muito antes de Batman existir, e mostra o policial investigando o assassinato da família de Bruce Wayne, que inicialmente parece um simples crime brutal padrão, mas as coisas começam a se mostrar mais complexas quando alguém tenta encobrir a identidade do assassino.

Nem preciso dizer que automaticamente a série atraiu muita gente e começou a chamar a atenção e uma coisa que não posso deixar de citar, é que a ideia de uma série com um jovem Bruce Wayne já é bastante antiga. Um bom exemplo é Smallville, que quando estava sendo bolada, seria inicialmente um seriado que mostrava a juventude do personagem e como ele se tornou Batman, mas acabou se tornando a história do Super Homem mesmo.

Um detalhe interessante, é que embora o foco seja James Gordon, os criadores não tornaram a série apenas uma trama policial na cidade de Gotham, mas são apresentados diversos vilões do Batman, porém todos ainda jovens, ou antes de se tornarem super vilões. Essa ideia ficou bastante incrível, pois foi uma ótima forma de manter aquele universo ali, e aquela sensação de que a coisa está prestes a explodir, que Gotham é uma bomba relógio e assim que Batman der as caras, tudo irá pelos ares, pois uma legião de vilões aparecerá.

É óbvio que existem diversas adaptações próprias da série e que naturalmente terá gente que vai odiar, mas é aquela coisa, essas obras sempre tem algumas mudanças, e o melhor é assistir de mente aberta e apenas ver se a trama em si está boa, ficar olhando os detalhes e gritando que não é assim apenas vai fazer perder tempo e não tirar proveito algum, ou seja, é melhor nem assistir.

Quanto ao ambiente sombrio, bom a fotografia da série ficou boa, existem ambientes que transmitem muito bem aquele climinha de cidade macabra, mas apesar disso não chegou a ser algo com uma atmosfera tão intensa quanto a da Trilogia do Cavaleiro das Trevas. Existe uma coisa mais suave, acredito que para atingir um público mais jovem, mesmo assim não chega a ser também completamente light, já que é falado sobre coisas como estupro por exemplo.

Mas enfim, no começo da série achei legal apenas, mas depois, com cada final empolgante e foco na história mesmo, o seriado me surpreendeu. Aqui nós vemos uma trama sobre mafiosos, envolvendo muita conspiração, traições e outras coisas, além de vilões com estilo mais fantasioso, mas sem muito exagero, dando um clima incrível, vale a pena!

Nenhum comentário: