Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 24 de maio de 2014

Street Fighter Assassin's Fist - Uma série muito intensa!

Acredito que qualquer um que pense em um live action de Street Fighter, imediatamente pensa em apenas uma coisa, um vídeo onde a pancadaria vai rolar solta em pelo menos 80% do tempo, especialmente quando os personagens apresentados são Ryu e Ken, aí sim o negócio já torna claro que o foco será só os dois lutando sem parar, obras baseadas no jogo como The Devil Within e Street Fighter Legacy demonstram claramente o que estou falando. E foi exatamente isso o que eu estava esperando de Assassin's Fist, o que foi um erro catastrófico da minha parte, pois essa é uma série que realmente conseguiu me emocionar, que coisa linda. O foco é a trama e tem um jeito tão envolvente de ser apresentada que eu simplesmente só pensava em como ia falar bem daquilo na matéria que ia escrever. Até mesmo para quem não é nada fã de Street Fighter e nem jogou nenhum, aqui não existem pré-requisitos, o que é apresentado é bastante básico, uma boa história! Ou seja, qualquer um pode ver, se surpreender, e sentir o quanto ficou intenso.

A trama é envolta no duro treinamento de Ryu e Ken, porém não para neles e apresenta a história do dojo onde treinam, envolvendo o passado de seu mestre, Gôken e toda a destruição que envolve a técnica que ele está passando. Sendo assim não é apresentado apenas uma era, mas sim vários momentos da história, incluindo a infância dos dois personagens. A série apresenta os anos 50, 70 e 80 e vai revelando aos poucos diversos detalhes que te fazem sentir o quanto a ligação dos personagens é intensa e não apenas algo superficial que normalmente live actions baseados na franquia transmitem.

Claro que existe bastante porrada na série, tem muita coreografia e tudo mais durante o treinamento, porém o foco realmente não é esse, mas sim a trama. Eu já tinha lido anteriormente por alto a história do mestre de Ryu e Ken, mas a forma que foi mostrada aqui, nossa que roteiro fantástico! Realmente é algo bonito demais de se ver, o desenvolvimento e a dor que o personagem carrega, a preocupação com a forma da técnica ser aplicada, é algo incrível. A história ainda apresenta certos detalhes em ângulos diferentes, portanto em um episódio você pode ver algo de uma forma, e em outro a cena ser apresentada na visão de outro personagem, revelando que algumas coisas vão bem além daquilo. Essa técnica que o diretor usou ficou muito bem apresentada, existe uma série de pequenos detalhes que você vê e só depois descobre de onde veio aquilo.

Uma outra coisa que foi inesperada pra caramba foi o fato de ser apresentado uma obra realmente grande, quando falam de websérie de alguma coisa, normalmente essas tem uns 5 minutos e uns seis episódios ou menos. Mas aqui lançaram uma temporada de 12 episódios e cada um com mais ou menos treze minutos de duração, isso dá coisa pra caramba e permitiu que muito fosse explorado, colocando episódios inteiros para apresentarem certas coisas, além disso os caras já lançaram com legenda em português brasileiro, algo que achei estranho demais, já que especialmente pelo fato de ser um trabalho independente, não é de se esperar vir legendado.

Uma surpresa que tive é perceber que alguns momentos me emocionaram, as coisas são apresentadas de uma forma tão delicada, a ligação entre os personagens mostra muito bem que é algo forte e tem momentos, como despedidas que deu um baita de um aperto no peito, realmente foi muito bom o trabalho e na dose certa, sem tirar o clima, você percebe bem que esse é o tipo de trabalho que os caras pararam e falaram "Pera... Street Fighter tem um universo e pode ter uma boa história pra apresentar, não é só luta!" e foram lá e apresentaram algo lindo demais que é o que vemos aqui.

E claro, eu não posso deixar de falar do visual, naturalmente tem gente descendo o cacete dizendo que o Ryu tem que ser gigantesco com o braço da grossura de uma pessoa normal e mais um bando de besteira sobre ter ficado um lixo. Mas sinceramente eu acho que esse é o tipo de crítica tão fraca sobre, afinal de contas a partir do momento em que se vê algo que é feito de forma independente, é preciso se ter certa noção de que existem alguns limites, mas isso piora ainda por se tratar de uma história dos personagens em treinamento, que nem ao menos concluíram e não são "lutadores oficiais" que se prepararam por completo, são os dois personagens antes do que é apresentado nos video games. Mas mesmo sem essa explicação, eu acho que a escolha de atores ficou boa, o Ryu é oriental mas ele não é magrelo, ele tem um bom porte físico, quanto ao Ken não preciso nem falar nada, achei perfeito. E todos os personagens em geram ficaram bem produzidos.

Os efeitos especiais não são algo de um filme de verão de Hollywood, mas são bem decentes, é notável que é aquele tipo de efeito que se vê em alguns vídeos da internet feitos por pessoas talentosas, mas isso não desmerece, afinal de contas o fato de se ver vídeos que algumas pessoas comuns fazem, não quer que qualquer um pode fazer, e também não quer dizer que seja malfeito, até mesmo porque tem certos efeitos que ficaram bastante belos aos olhos e que vão um pouco além de efeitos da internet, como por exemplo os hadoukens que os personagens soltam por cima da água e em baixo é possível ver a pressão fazendo um rastro e jogando gotas pra todo lado.

O ambiente é outra coisa impressionante, nossa eu fico me perguntando como os caras conseguiram aquele lugar, é um dojo mesmo, no meio do nada, cheio de vegetação ao redor, a maioria dos personagens são orientais, pois a história se passa no Japão, e o melhor, boa parte dela é apresentada em japonês mesmo, por isso de vez em quando os personagens falam japonês e em outros momentos em inglês, essa variação mantém muito o clima, ficou tudo bem fabuloso, apesar de que é preciso se ter um bom ouvido nos momentos certos, já que tudo vai estar legendado em português, então se você não tem a mínima noção de outras línguas pode não perceber que estejam falando diferente.

E ainda foi apresentado muitas referências agradável a gamers, por exemplo como a história principal se passa em 1989 tem um momento em que os personagens são apresentados jogando megaman, e tem outras referências que me deram até arrepio em como foi perfeita a forma de apresentarem, como em um momento que um velho quer assistir os dois lutando e fala que vai tocar uma música pra isso, daí ele pega uma flauta e começa a tocar o tema do Ryu e Ken, caramba aquilo me deu um arrepio enorme, acho que todo mundo sentiu isso, bem espetacular. =')

Enfim, tá aí uma obra que na hora que terminou a temporada, o que pensei foi "Caramba que coisa perfeita!", realmente vale a pena assistir, recomendo e isso sim é algo feito com um carinho imenso por fãs. Pra quem se interessar é só ver o vídeo aí em baixo que é a lista de episódios passando em sequencia e lembrem-se de ativar as legendas, mas se você fala inglês não precisa se preocupar com os episódios e cenas em japonês, pois nessas partes a série é legendada em inglês, confiram:

3 comentários:

Rian disse...

Vou confiar dessa vez , pela cara dos atores , já vi que parece ser muito bom por se preocuparem com a aparência . Ao contrário daquele filme fudido que fizeram .

MValim disse...

Terminei de assistir hoje...
Realmente ficou MUITO BOM!
Tem agluma notícia da segunda temporada?

EdhieTeles disse...

Um excelente trabalho, digo até que uma obra prima comparado a outras tentativas de retratar Street Fight em action movie e pelo fato do orçamento. Realmente um trabalho executado por fãs da série e ótima caracterização de todos os personagens... Aguardo ansioso pela segunda temporada e demais se houver continuação...