Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Warlock 2: The Exiled - Para os admiradores da conquista!

Acredito que qualquer pessoas que tenha se divertido jogando Warlock Master of the Arcane, deve ter ficado encantado o suficiente para acabar querendo experimentar a sua continuação, e comigo não foi diferente. Pra falar a verdade eu conheci primeiro o segundo jogo da franquia e me pareceu interessante pra caramba, mas eu queria dar uma olhada ante no primeiro jogo e tive uma baita de uma surpresa, para agora finalmente pode falar sobre essa sequencia maravilhosa.

A história apresenta os mundos sendo despedaçados, separando as diversas criaturas e entidades que ali viviam. Você controla um poderoso mago, que assim como outros se sente consumido por um enorme desejo de vingança devido ao exílio. Mas para que o troco seja dado, você precisará de mais poder, e assim deve criar um verdadeiro império, para só então atravessar a ponte para os outros fragmentos de mundo e buscar o responsável pelo ocorrido.

Bom, quanto a jogabilidade de Warlock 2, ela é basicamente a mesma apresentada no primeiro jogo, portanto aqui você novamente encontra o gênero 4x, onde deve vagar por um mundo dividido em hexágonos e coletar recursos, derrotar inimigos, conquistar terras, erguer estruturas, criar exército e aos poucos ir dominando cada vez mais e gerando um império, com várias cidades e fontes de recursos.

Assim como o primeiro, também há um forte apelo diplomático no jogo, portanto alianças são constantes, assim como pactos de não atacar certos reinos e declaração de guerra. Você deve pensar bem sobre como agir, talvez seja bom fazer certas ofertas em recursos para evitar um combate com algum reino poderoso, ou mesmo oferecer uma opção a algum dos outros magos, perguntando se eles não querem te dar certos recursos para evitar um ataque.

Quanto a inovação, o jogo oferece agora uma campanha, que se trata exatamente do exílio da história, coisa que não havia no primeiro jogo, onde tinha apenas o modo de crescimento. É certo que em jogos do estilo 4x, não é tão necessário assim uma campanha, já que o gênero consegue ser complexo e variado o suficiente para simular uma campanha sem precisar de algo pré determinado. Mesmo assim acaba sendo algo robusto, ter isso à disposição. E não bastando a campanha que vem, ainda existe um editor que permite aos jogadores criarem as suas próprias campanhas, e baixar outras de outros jogadores, deixando assim a coisa muito mais ampla. Há ainda elementos novos em geral, monstros, feitiços, etc... A variação de possibilidades em Warlock 2 é capaz de deixar qualquer um fascinado.

Graficamente o jogo não evoluiu tanto, mas ele já era muito bonito no primeiro, então se houver alguma reclamação, será pelo fato do visual não andar muito, porque feio com certeza não é, realmente a quantidade de detalhes é de fazer brilhar os olhos. Agora quanto a interface do jogo, essa sim recebeu uma bela de uma renovada e que ficou ótima, está agora bem menos poluída e as coisas estão bem mais claras, como por exemplo a lista de magias, fica bem claro agora que magias você vai ter disponível para pesquisar se desenvolver algum de seus pré-requisitos. O visual desse jogo em geral está magnífico!

Enfim, apesar de não ser uma grande evolução em relação ao primeiro, que já era bastante robusto, para os fãs é inevitável jogar essa maravilha, portanto eu recomendo. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Um comentário:

márcio soler disse...

Tentei achar um contato pra falar com o ADM do blog, mas não encontrei poderia enviar um e-mail para marcio.wsoma@gmail.com.

Assunto: Anuncio!