Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 21 de março de 2014

The 100 - Uma série pós apocalíptica espacial

Bom, essa é mais uma série sobre o final do mundo, mas nesse caso com um toque de ficção científica, já que mostra a vida no espaço. Infelizmente é também mais uma história que eu acho que poderia ter sido muito melhor aproveitada, mas que teve sérios desvios para o público adolescente, deixando as coisas um tanto mais animadinhas, o que consigo compreender apesar de não gostar muito. Uma das coisas boas é que não ficou um coisa com foco tão grande para garotinhas, como Star-Crossed.

Eu gostei muito da história, que apesar de não ser genial, consegue apresentar algo capaz de entreter. Nela houve uma guerra nuclear que devastou a terra. A população do planeta inteiro morreu, no entanto doze nações tinham colônias espaciais, onde haviam pessoas vivendo, mas com as duras condições e sem o suporte da terra, apenas uma conseguiu se manter. Graças a isso, a quantidade de pessoas passou a ser fortemente monitorada, tendo que manter a população pequena, ter mais de um filho se tornou crime, e todos os crimes, independente do quão pequenos, passaram a receber como punição a morte, exceto menores de 18 anos, que são apenas detidos. O período em que a série se passa apresenta um cálculo de que em 100 anos o planeta estará novamente habitável, e humanos poderão voltar para a terra, no entanto graças ao problema com super população e limitação de suprimentos, decidem modificar as leis, e selecionar 100 detentos para enviar à terra como teste e ver se é possível sobreviver nas condições em que o planeta se encontra.

Bom, essa é uma série que me deixou indeciso, no começo tudo muito legal em um ambiente de ficção científica espacial, mas logo que falaram sobre ir pra terra, eu comecei a me preocupar e lembrei de uma das séries que acho extremamente desgracentas, que é Terra Nova, que tem o primeiro episódio em um ambiente fantástico demais, e os outros são em um matagal onde sempre acontecia uma história boba e no fim do episódio a família perfeita da série acabava unida e fofinha, simplesmente um saco. Mas felizmente a série não tem como foco apenas a terra, mas também a estação espacial, existe uma monitoração constante e jogos políticos. Sendo assim nesse quesito acabou me lembrando mais Battlestar Galactica.

Apesar disso, acho que essa série teria um gostinho muito mais especial se a primeira temporada se passasse inteiramente na estação espacial, mostrando os problemas e dificuldades de se viver em um lugar assim e só no fim da temporada acabassem mandando os 100 para a terra, isso seria um final de temporada espetacular para uma série que fala sobre o mundo destruído e cria aquele mistério sobre o que tem lá, mas é algo que acontece já nos primeiros minutos. Mesmo assim ainda são apresentadas certas coisas interessantes, como os animais deformados, coisa que eu não esperava aparecer, já que imaginei que usariam a desculpa de "Todos morreram, vamos economizar orçamento só deixando uma traminha no matagal mesmo!", porém felizmente ao menos colocaram esse tempero.

Quanto ao toque adolescente que falei, é referente aos 100, enquanto na estação espacial há todo um jogo político e seriedade quanto a disciplina, na terra os personagens aparentam estar em uma festinha de adolescentes revoltados, como a primeira garota que sai e fala "Uhulll nós voltamos vadias!" e começa a tocar a música "Imagine Dragons" enquanto todos saem correndo se divertindo (Fiquei impressionado em não aparecer umas cervejas nas mãos dos jovens e uma piscina esperando pra eles pularem) é simplesmente pura alegria, o que dá para entender até certo ponto, porém se formos parar para pensar, para personagens que viveram a vida toda no medo e sofrimento, deveriam ser um pouco mais convincente, mas eles só querem se divertir, não estão nem aí pra comida, pra bebida, nem se preocupam se vão ser infectados por alguma coisa. A reação deles é realmente muito falsa para o universo apresentado e obviamente tem a garotinha boazinha que só quer o bem para todos e fazer a coisa certa, e o príncipe encantado que aparece para apoiá-la.

Enfim, essa é uma série com altos e baixos, o público certo com certeza acaba tirando um baita proveito, mas se você tiver procurando ficção espacial séria e com um clima mais firme, é melhor passar longe dessa porque não é a série correta. O trailer é muito bom porque reúne as melhores cenas do primeiro episódio, e obviamente é lotado de spoilers:

Nenhum comentário: