Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Wrack - Um jogo de tiroteio com estilo de quadrinhos

Eu acredito que nunca um jogo me fez lembrar tanto DOOM clássico com elementos aperfeiçoados do que Wrack, um jogo indie que conseguiu passar na votação dos gamers pelo Steam Greenlight e ganhou o seu lugar entre os jogos da plataforma.

A história do jogo apresenta um futuro utópico onde a humanidade vive em paz e tudo é quieto demais, isso até uma horda gigantesca de monstros chegar para detonar tudo, e adivinha quem é que vai ter que se livrar dos putos? Pois é, você com a ajuda de sua espada e um arsenal de armas de fogo vai ter que mostrar para esses vagabundos que com os terráqueos ninguém mexe!

Definitivamente esse é daqueles jogos que atrai inicialmente pelos seus gráficos, isso porque não é muito comum se ver jogos de tiro em primeira pessoa optarem pelo estilo Cel-Shader. De imediato o único jogo que me veio em mente com um visual semelhante foi o maravilhoso XIII, no entanto quando coloquei uma screenshot de Wrack na página do facebook do blog e pedi para que adivinhassem que jogo era, percebi que o primeiro jogo que vem a mente das pessoas é Borderlands. Mas o que realmente importa é que gostei muito da escolha do cara em colocar esse estilo, já que a maioria dos FPS prefere seguir para o lado mais realista.

Quando comecei a jogar, logo vi que que aquele jogo me lembrava algum outro jogo, e não demorou muito para perceber que era DOOM, é notável a inspiração do criador, já que existem muitos elementos semelhantes mesmo, no entanto o que mais me chamou a atenção foi a câmera tremida, enquanto você anda o personagem faz aquela clássica "balançada de mão" para indicar que está se mexendo ao caminhar hahaha.

No entanto as semelhanças com DOOM não param por aí, esse é realmente o estilo de jogo "Atire em todo mundo". Por isso aparecem muitos monstros e você sai metendo bala, ou usando a espada para ataques diretos. Também sai pegando vários itens de vida no chão e armadura, além de cartuchos com mais balas. Tudo de forma bastante clássica, ou seja basta passar por cima.

Os estágios são muito bem feitos e te colocam para resolver pequenos quebra cabeças, não é nada muito complicado, se resumindo a apertar botões para abrir certas portas que estão em outro lugar do cenário. Ou seja, algumas vezes você não poderá passar por um lugar, pois tem que achar o botão que abre aquela porta primeiro, sendo que ao apertá-lo, normalmente você tem que enfrentar mais monstros antes de poder voltar até a porta.

Enfim, esse é o tipo de jogo feito como homenagem a jogos clássicos e que com certeza vai atrair bastante aqueles que querem algo para relaxar, onde o centro das atenções é a ação do jogo, apesar do estilo de gráfico também ser interessante. Se você se interessou, pode conferir o site oficial de Wrack.

Nenhum comentário: