Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

O jornal que confundiu Deus Ex com o mundo real!

Uma das coisas que as pessoas pensam de forma errada é que tudo que a mídia fala é concreto, e inclusive acredito que até mesmo a maioria dos gamers iria acreditar em cada palavra da mídia se não fossem constantemente atacados por ela. Ou seja, pode ter muitas informações sobre temas variados que não dominamos estejam bem erradas e nunca vamos saber disso.

E hoje vou falar exatamente sobre um tabloide publicado por um jornal inglês chamado The Sun, nele foi falado sobre implantes de olho e uma empresa localizada nos Estados Unidos conhecida como Sarif Industries.

Até aí tudo bem, o negócio é que a Sarif Industries trata-se de uma empresa fictícia Deus Ex: Human Revolution. E inclusive usaram uma foto em 3D feita para o jogo, colocando como exemplo do implante hahahaha.

O que acredito ter acontecido é que os caras provavelmente viram por acaso algum texto fictício por aí e ao procurar por Sarif Industries no google acabaram achando um site falso feito pela square enix e que apresenta um vídeo em live action, deixando as coisas bem mais realistas, de qualquer forma acaba sendo estranho já que o próprio vídeo é sobre manifestações das pessoas quanto as atitudes da empresa, talvez o jornalista que fez isso tenha pensado que é uma empresa ousada e que não tem medo de publicar que ela ta na boca do povo mesmo hehehe, vai saber...

Enfim, eu até perdoo jornalistas que cometem pequenos erros, afinal é humano cometer deslizes, mas uma notícia inteira sobre algo fictício já é demais, esse é mais um exemplo de jornalismo incompetente, porque afinal trata-se de algo profissional e pago, e que ainda irá ser lido por centenas, talvez milhares de pessoas que procuravam informações do dia a dia, e se por exemplo um cego ficasse sabendo disso e se iludisse? É uma pena, mas esse tipo de coisa acontece.

Nenhum comentário: