A internet que consome nossas almas...

Sabem, eu sou fascinado pelo impacto tecnológico entre os anos 90 e 2000. Realmente é algo que eu me sinto feliz em ver ter acontecido porque foi um pulo tão alto que mesmo com eu tendo me acostumado, ainda me impressiono demais. É só você comparar décadas antes de 2000, elas não mudaram muito, lógico que surgiram umas coisinhas novas, mas o estilo de vida das pessoas era o mesmo, por exemplo os anos 80 e 90. 

A moda mudou, as músicas também, mas em geral as pessoas viviam da mesma forma, iam pro trabalho, voltavam para casa e assistiam TV, todos isolados ou podiam usar o telefone, mas sempre era bom se evitar ficar muito tempo para a conta não vir muito alta.
Graças ao Super Nintendo, eu me tornei um viciado em video games na época, era uma vontade que me consumia, o que fez minha mãe notar e me proibir de jogar video game, além de criar um preconceito enorme, qualquer coisa que envolvia a palavra JOGO, ela já começava a reclamar. Minha mãe não era do tipo que aplicava castigos em mim, portanto acredito que ela não sabia lidar com isso e me proibiu de jogar super nintendo, só que ao contrário de outros pais, ela não disse "Por um mês" ou algo assim, foi eternamente, ela não deu prazo algum, simplesmente fiquei proibido até eu resolver vender. Porém quando ganhei o meu primeiro PC, foi um problema para ela pois ela sabia que eu usava ele para estudar e fazer pesquisar, mas tinham jogos e isso incomodava ela porque não sabia o que fazer, e desde sempre tudo virou culpa do computador. Dormiu mal? É O PC! Tirou nota baixa? É O PC! Ficou doente? É PORQUE NÃO SE ALIMENTOU BEM PORQUE FICOU NA FRENTE DO PC! Sempre existia uma forma da culpa ser do PC e quando eu juntava dinheiro por meses para comprar uma peça, era um escândalo porque eu podia ta gastando com outras coisas mas estava gastando com algo sem futuro e tudo isso pra poder jogar mais.

No entanto, uma coisa que nunca me incomodou após eu vender o Super Nintendo, foi ficar sem jogar, apesar de para minha mãe eu estar só jogando no PC, eu passava meses sem jogar nada ou jogando bem por acaso, e realmente, embora muita gente pense porque eu sou dono de um blog voltado principalmente para jogos, eu não sou viciado e é difícil eu achar um jogo que me faça sentir uma coisa realmente muito intensa. Não que eu não goste de jogar, é algo ótimo, eu adoro, mas disso para vício é realmente diferente, na época do Super Nintendo, eu sentia algo horrível, era perturbador ficar sem jogar, mas hoje em dia se eu fico sem poder o que me incomoda é mais o fato da limitação que da sensação de jogar e mesmo assim é só incômodo.
Agora o que eu realmente posso dizer que me consome e causa uma agonia imensa, é a falta da internet. Certamente a agonia é enorme quanto a isso. Os tempos mudaram e a minha forma de viver também. Quando eu era criança nos anos 90, eu tinha uma certa inocência que as crianças da época também carregavam, assim como os adolescentes e adultos da época também tinham o seu estilo próprio porque eram acostumados com aquilo. Porém quando chegou a internet é como se fosse algo que tivesse corrompido as pessoas. Todos mudaram, as crianças da geração 2000 já eram muito mais inteligentes que as da década anterior, tem algumas crianças que eu acho espetacular o conhecimento delas, a internet veio tunada de conhecimento que afetou a todos, é como aquilo que falei na matéria "Como o google nos tornou verdadeiros escravos" antigamente quando alguém queria saber de alguma coisa, a pessoa na maioria das vezes só deixava pra lá ou conversava com alguém mas sabia que no final provavelmente não chegaria a resposta alguma, todos viviam na ignorância. Porém junto ao conhecimento, veio também a morte da inocência e a dependência de tudo isso, a vida simples ficou difícil de se aceitar.
Esses dias fiquei sem internet e eu acho incrível em como viro uma pessoa mais produtiva, escrevo dezenas de matérias para o blog mais completas, assisto coisas que há séculos estavam sendo acumuladas, e faço um monte de coisas que estava para fazer. Eu realmente tenho diversas coisas na "reserva" para serem usadas em casos de emergência em que eu não possa acessar a internet, por isso tenho dezenas de mangás de Berserk que nem tirei do plástico ainda, vários filmes guardados, muitos episódios de séries e outras coisas. Eu tenho amigos virtuais, os meus melhores amigos eu conheci na internet, e eu gosto muito de conversar com eles. Recebo vários e-mail e sempre respondo, além de promoções que duram apenas um dia e se eu não ver no dia já era. Mesmo o Neobux tendo se tornado um lixo e perdido a era de ouro por não pagar tão bem quanto antes, eu ainda uso ele e se não clicar um dia, no dia seguinte você não é pago pelos cliques de seus indicados. Há várias notícias saindo o tempo todo na internet, e às vezes algumas são espetaculares e eu perco enquanto estou fora da rede.

Mesmo com as várias coisas que tenho para me entreter enquanto estou sem internet e mesmo eu produzindo muito mais quando estou sem acesso do que quando estou acessando, fica difícil não conseguir pensar, eu me distraio mas logo me pego pensando "Caramba meus amigos estão todos lá, como eu queria poder ter internet. O que estarei recebendo por e-mail? Será que uma notícia muito boa aconteceu e eu não estava lá para ver no momento?" eu me sinto isolado do mundo, mesmo podendo acessar do trabalho, não é a mesma coisa que acessar em casa, que poder ficar ali no meu cantinho, é algo realmente desagradável, principalmente por causa dos amigos que tenho, a vontade de conversar é enorme. Mas tento ao máximo levar numa boa isso.
Mas bom, criei essa postagem apenas para compartilhar isso com vocês mesmo, acredito que alguns podem se identificar. Hoje em dia a tecnologia é muito presente em nossas vidas e quase que faz parte de quem nós somos. O medo de perder o acesso é enorme, seja uma patricinha desesperada para entrar no twitter, seja um lunático desesperado porque cancelaram sua conta de seu jogo favorito. Não que isso seja uma coisa boa é claro, ou algo saudável, mas muitas pessoas são viciadas em algo e nem ao menos percebem a dependência que tem daquilo.
Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Comentários

Boa matéria sky, me fez pensar um pouco...
Hoje em dia somos realmente muito dependentes da internet,estar sem internet é como estar desligado do mundo, isolado,entao cria-se essa necessidade de estar sempre conectado e é um desconforto realmente incrivel quando ficamos sem.

Mudando de assunto ... o neobux ta pagando 1 centavo por clique ou menos que isso? '-'
Agelus disse…
Aqui em casa a um tempo atrás tudo era culpa do PC tbm, mas hoje em dia isso diminuiu bastante =].

O preconceito com jogos continua, infelizmente u.u
Samuel Gamer disse…
Sky vc já viu o filme a janela secreta ?? não sei exatamente o dia mas vai passar no warner channel
Rodrigo disse…
Concordo com o que você escreveu,mas esse vicio tecnológico abrange muito mais que somente a internet,e é complicado passar 6 horas na frente do computador.
Skywalkerpg disse…
Samuel, ja assisti sim hehe! *-*
Skywalkerpg disse…
Felipe Chabat '-'

Acho que não cara, faz tempo que não vejo o povo que usa conta normal la. =/
Rodrigo Pimpão disse…
sabe hoje msm eu fiquei sem internet (malditos caras da Eletro que só faz cagada no meu poste!!) mas mesmo assim não liguei tanto, só fiquei sem baixar uns animes que eu tava programado pra baixar... sabe, num sou muito ligado na internet, sim sou isolado huahuahuahuhauh Mas sei lá, prefiro jogar um jogo, principalmente aqueles que fizeram parte da minha infancia, vish, esses dias o quanto de game de ps1 baixado aqui...
Jean_Joker disse…
me incomodo mais se ficar sem jogar do q sem internet, agora, se eu fikar sem ouvir musika por 1 dia inteiro eu morro, acho q esse eh meu vicio, --' quando internet cai eu ligo o PC coloco musicas, deito na minha cama e fico la soh ouvindo Metallica, Slipknot, A7X ou essas coiss ae U.u
Gabriel disse…
Sky tem steam me passa seu id pra gente joga junto
Skywalkerpg disse…
Acho que é skywalkerpg2, nem lembro faz meses que não entro la minha net é uma desgraça '-'
Etinex'Nay disse…
Já fui muito dependente de Internet sim. Hoje se eu fico sem, eu encaro muito de boa '-'