Jogo Grátis! First Class Trouble é tipo Among Us, porém 3D e retrofuturístico!

Desde que o jogo de cartas Máfia foi criado em 1986, o conceito se popularizou muito com o quão algo tão simples podia ser tão engenhoso, envolvendo um grupo de pessoas e traição. E assim veio a versão sobrenatural que deu um novo nível de popularidade, que foi o jogo Lobisomem, e várias variações, tipo Secret Hitler. Mas com a vinda do mundo digital e da internet, versões online surgiram, indo desde gente jogando pelo Discord, até o jogo Multijogador Town of Salem. E First Class Trouble é uma das grandes evoluções.

Um jogo de dedução social é basicamente uma obra que permite que você reúna a galera e apresenta uma situação de sobrevivência em grupos onde ao mesmo tempo é algo cooperativo, mas a presença de uma conspiração gera paranoia, pois tem um traidor entre o grupo que tá eliminando um por um. E a forma de se livrar dele, é ir observando e se acusando. Esse elemento jogador x jogador (PvP) causa naturalmente muita confusão com algo engraçado e uma experiência de humor ácido casual que pode ser jogada sentada com cada jogador segurando sua carta e sabendo que personagem é.
Apesar de jogos eletrônicos como Deceit e Garry's Mod serem mais antigos, foi Among Us que realemnte fez a moda estourar, e isso nem foi no lançamento. Foi graças a youtubers famosos como o Alanzoka que virou um estouro. E então passaram a surgir vários títulos pra várias plataforma indo desde o Xbox One, Playstation 5 e Nintendo Switch, até serviços como o Xbox Game Pass Ultimate e PS Plus.

First Class Trouble teve um destaque muito especial, por ser um jogo duplo A (Veja diferença entre "Jogos A", "Duplo A", "Triplo A" e "Quádruplo A"), com gráficos maravilhosos e uma proposta de ação retrô com simulador espacial, envolvendo robôs e minijogos, que encantou muita gente em seu visual 3D em terceira pessoa, ainda mais com a ideia de cooperativo on-line e o desafio de ser um jogo difícil.
É claro, já existiam jogos mais elegantes como Project Winter e até mesmo free to play, como é o caso de Unfortunate Spacemen, que é um jogo gratuito que conseguiu atingir notas altíssimas. Mas esse era notavelmente muito mais polido, sendo um dos jogos que se destacaram muito rapidamente assim que chegaram à Epic Games Store e Steam. Naturalmente a leveza presença social forte de games grátis (no celuar) como Among Us, que tem até cross-play não o descartou.
 
Em First Class Trouble, um cruzeiro espacial acaba tendo um problema. a nave ISS Alithea é controlada por uma inteligência espacial chamada C.A.I.N, mas ela começa a sair do controle e passa a sugar todo o oxigênio do lugar. Em desespero, a tripulação sabe que a sua única salvação é chegar até a unidade de controle.
Para o azar dos tripulantes, a IA está preparada para lidar com a situação, criando Personoids, robôs assassinos que são projetados para eliminar os humanos. Mas eles não são extremamente fortes, portanto o seu jeito de atuar, é os confundindo por ter o mesmo visual. Dessa forma pode ganhar a confiança, e sempre que tiver uma oportunidade, traí-los.

Esse é realmente um jogo bastante social, e que acaba exigindo que o jogador aprenda a conversar e fingir. Sendo um vilão, você não tem uma ação desenfreada como o ultra brutal Conquer Humanity ou o frenético Evacuation. É algo mais tranquilo e que realmente os jogadores acabam se adaptando com o passar do tempo.
Algo que pode encantar é a sua estética não é a do gênero espacial mais padrão como Barotrauma, mas sim do gênero dieselpunk, aquele estilo visual que é como se fossem pessoas da década de 1910 a 1960, mas em versões futurísticas desses tempos. Sendo assim, todo o design é tecnológico, mas visivelmente algo velho, como se fosse a população daquele tempo tentando imaginar alguma coisa futurística e pensando nos próprios visuais em que estavam acostumados.

O charme do jogo atraiu muita gente, mas apesar do suporte, acabou não sendo um estouro absoluto. Provavelmente o sucesso foi o mesmo de coisas como aquele jogo do Akira cancelado que tacaram na internet, que veio, deu um estouro, mas acabou não sendo mais tão falado. Até mesmo outros jogos mais tímidos tiveram uma estratégia de marketing mais atraente, como aquela forma de pegar expansões gratuitas de Minion Masters, que conseguiu manter sempre pessoas voltando ou no mínimo na curiosidade.
Mas certamente a melhor estratégia deles, foi a parceria da  desenvolvedora Invisible Walls e distribuidora Versus Evil para liberarem como jogo grátis da Epic games Store. Isso colocou o nome do título em alta. Afinal de contas quem não gosta de um game gratuito, né? E você, já chegou a jogar First Class Trouble?

 
Caso queira comprar keys de jogos bem baratinhas na internet, recomendo sempre dar uma olhadinha no preços das keys da Steam (e outras lojas) à venda na GMG, muitas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e comprando keys lá, você acumula XP, que gera várias vantagens como descontos extras nas próximas compras e até jogos grátis! Dê uma conferida aqui.

(DICA: Fica de olho nos CUPONS DE DESCONTO que costumam aparecer na página inicial da GMG frequentemente! O preço cai muito!) 

Postar um comentário

0 Comentários