Fã comprou R$200 mil em ações da Nintendo pra perguntar sobre franquia abandonada

A Nintendo é uma das gigantes que dá o que falar, tendo uma relação constante de amor e ódio com seus fãs. E graças a isso, vemos muitas pessoas idolatrando e se isolando completamente com a gigante japonesa, mas ao mesmo tempo temos pessoas que têm um ódio mortal e não se contentam em atacar só a empresa, também indo em cima de seus fãs. E no meio de tudo isso, existem aqueles fãs ricos que não precisam ficar à mercê da gigante.

Como vocês devem saber, a Nintendo é uma empresa que tem uma comunicação complicada com seu público. Muitas vezes ela claramente demonstra que não entende certas coisas e  se envolve em escândalos que poderiam ser evitados, tipo o processo que deu em fãs que fizeram um evento e causou uma bela revolta, ou a falta de atenção para fãs latinos, sendo um inferno convencerem ela a fazer localização, mesmo com gente se matando pra ser fã, como o rapaz que catou latinhas por 9 meses pra comprar um Nintendo Switch.
Por outro lado temos a sua relação completamente nebulosa em relação a como administra os jogos de sua plataforma. Ela é conhecida como empresa da família, pegando pesado, suas versões de Mortal Kombat no Super Nintendo tinham sangue censurado e cancelou Super Mario Spikers pelo nível de violência do jogo. No entanto foi ela que financiou Bayonetta 2, a franquia mais safada do Universo! Assim como tacou um jogo de hentai na página inicial da Nintendo eShop.
 
E em relação às suas franquias clássicas antigas, algumas conseguiram sobreviver bem, enquanto outras... Parece que nunca existiram. Tem fãs revoltados com a falta de dedicação a séries clássicas que simplesmente caíram no esquecimento, apesar de terem feito muito sucesso na era do Nintendo 8bits ou Snes.
E assim um fã japonês rico decidiu que não ia ficar simplesmente na névoa e queria perguntar diretamente ao presidente da empresa, Shuntaro Furukawa, sobre a franquia F-Zero, que foi muito popular, tendo versões para vários consoles da empresa como o Game Boy Advance, Nintendo  64 e Game Cube. No entanto depois ele simplesmente parou de ser falado.

Então o usuário conhecido como momiji_manjyuu, adquiriu 100 ações da empresa, que é exatamente o valor mínimo para ter o direito de participar de uma reunião, sendo que custou cerca de R$2200 cada uma delas, o que fez ultrapassar os R$200 mil, mas isso lhe deixou perguntar sobre a franquia F-Zero na 82ª Assembleia Geral Ordinária de Acionistas da Nintendo Co., Ltd. E o presidente respondeu:
"É realisticamente difícil desenvolver novos títulos e remakes, incluindo sequências, para cada jogo da Nintendo que as pessoas pedem, mas somos muito gratos e apreciamos as expectativas que nossos fãs têm por nossos jogos.

Estamos sempre considerando como desenvolver novos títulos e remakes que possam ser apreciados por muitos jogadores. Não podemos dizer se há planos para futuros remakes de algum jogo específico, mas durante o desenvolvimento estamos sempre pensando em várias possibilidades que os jogadores podem desfrutar."

A pergunta não deixou de chamar a atenção de fãs, já que normalmente os acionistas não são gamers, mas sim homens de negócios que identificam setores que parecem lucrativos e assim aplicam dinheiro, mas sem necessariamente saber o que está acontecendo, se uma franquia parece boa ou não. Tanto que tem profissionais especializados em gerenciar o dinheiro dos acionistas porque conhecem o setor e sabem como está a indústria e quais são as tendências. Ou seja... As perguntas frequentemente são mais técnicas.

Existem muitas franquias que acabaram desaparecendo em várias empresas. Em boa parte das vezes o motivo é a falta de retorno. Tem franquias que tem sequências eternas e muitos não entendem o motivo, mas é porque são bem lucrativas, tipo Assassin's Creed.  No entanto tem outras que tem sua popularidade, mas a maioria não realmente chegou, tipo Dino Crisis, que parece extremamente popular, mas que causa uma ilusão de ter sido lucrativa, mas que vendeu menos que Resident Evil: Operation Raccoon City, que é considerado por muitos como uma verdadeira catástrofe.

Postar um comentário

0 Comentários