The Fridge is Red conta com uma geladeira assassina pra você tentar encarar

Eu lembro que quando vi o jogo gratuito Do Not Take Your Eyes Away From the Red Fridge, não conseguiu resistir, pois a ideia de um jogo de terror em que o principal vilão era uma geladeira satânica, simplesmente pareceu irresistível pra mim. Especialmente porque isso parecia ter algum grau de inspiração pelo clássico do trash dos anos 90, "A Geladeira Diabólica". Então ao ver o anúncio de The Fridge is Red, a empolgação foi lá no topo!

Originalmente esse jogo surgiu na competição Unreal Jam, em que apresentaram o conceito, mas se tornou um daqueles indie que tiveram muito destaque e acabaram crescendo. Sendo assim a  tinyBuild decidiu entrar em ação como editora e abriu as portas para que o estúdio 5WORD Team pudesse fazer algo maior.
O conceito na verdade não é original, anteriormente já tivemos por exemplo SCP: Containment Breach, em que você tinha que manter os olhos abertos para uma criatura, pois se piscasse ou olhasse para outro lado, ela se aproximava de você. Enquanto em Control, temos literalmente uma geladeira que ataca pessoas se não estiverem olhando pra ela.

A diferença em The Fridge is Red é que você realmente pode encarar a geladeira. Diferente da versão original do projeto, essa aumenta a coisa, aproveitando o visual semelhante ao de jogos da era do Playstation 1, como já vimos em jogos como P.T. Demake.
O jogador está amarrado em um porão, com uma geladeira vermelha na frente dele e diversos itens espalhados por toda parte, incluindo folhas com escritas estranhas. Assim que você olha para qualquer um desses objetos e os analisa, a geladeira começa a andar, enquanto faz um barulho de demônio, parando apenas quando você olha de volta.

Mas aos poucos, os itens espalhados pelo lugar passam a fazer sentido e aos poucos, você vai começando a entender o que significam e como fazer para que a geladeira possuída pare de andar em sua direção pra tentar te comer. E claro, a coisa acaba se estendendo pra além disso com a versão que a tinyBuild investiu. Confira:

Postar um comentário

0 Comentários