Nitro Kid concentra a essência dos anos 80 em um mundo retro neon

As obras criadas nos anos 80 acabaram criando uma mitologia própria sobre a época, indo desde o clima de aventura como Crossing Souls, até a peculiar ambientação de terror como Stories Untold. No entanto, existem várias obras que abordam outros tipos de aspectos, como por exemplo um ambiente psicodélico. E Nitro Kid abraça exatamente isso.

Sendo um verdadeiro mistureba de elementos, o jogo acabou por cair nas graças do povo, usando a temática retro neon e sendo familiar nos mais diversos aspectos, indo desde os gráficos obviamente pixelizados, à tão clássica batida eletrônica Synthwave de mais de 30 faixas da trilha sonora criada exclusivamente para o jogo.
A Wildboy Studios criou um jogo que usa o gênero roguelike, e coloca o jogador em cenários isométricos com um visual bem comum em jogos de estratégia tática. Mas o combate é focado na construção de baralhos em que estão as habilidades do personagem e devem ser usadas. Aliás, personagem que acaba facilmente lembrando o Bruce Lee.

Somando isso a cutscenes animadas com a tão clássica paleta de cores rosa acaba resultando em um jogo que apesar de se passar em turnos, carrega o psicodélico naturalmente em sua essência e tem potencial para gerar empolgação de pessoas com gostos bem variados. Confira:

Postar um comentário

0 Comentários