Batman: Despertar | Atmosférica série do Spotify que virou um fenômeno instantâneo

Eu sabia que o Spotify tinha séries e podcasts além das músicas e inclusive já recebi recomendações, no entanto a falta de tempo sempre acabou fazendo eu deixar de ladinho para conferir em outro momento. No entanto a chegada de "Batman: Despertar" foi um marco na plataforma, roteirizado por David S. Goyer, que foi o roteirista da trilogia do Cavaleiro das Trevas e rapidamente se tornando a série mais ouvida da plataforma e que se destacou tanto que não aguentei e fui conferir, tendo uma verdadeira surpresa!

A história apresenta uma série de assassinatos que passa a rolar em Gotham City e, devido aos métodos do assassino, a mídia passa a chamá-lo de "Ceifador". No entanto o cavaleiro das trevas não está investigando o caso. Bruce Wayne teve uma ótima vida com seus pais e se formou como patologista forense, passando a atuar no hospital em que o seu pai, Thomas Wayne, é o diretor. Porém acaba tendo uma ligação com o serial killer por ser o responsável por analisar os corpos.
Como pode ver, a história já começa de uma forma curiosa, já que vemos uma versão alternativa de Batman. Mas ainda assim, Bruce mostra todas as características do Homem-Morcego, sendo frio e impecável em suas análises. O toque de detetive está sempre presente, com análises detalhadas e o personagem se colocando no lugar das vítimas para tentar compreender.

Me surpreendeu em como fizeram uma Gotham viva, indo desde momentos em que se pode ouvir o que está passando no rádio, onde se tem muitas dicas da situação da cidade, até conversas casuais de personagens em que pequenos detalhes podem ser notados. Inclusive me surpreendeu em como não colocaram um narrador e você vai entendendo tudo diretamente com os diálogos e sons.
Aliás, a sonoplastia toda é maravilhosa, indo desde Alfred comentar que vai esquentar água e você depois de um tempo começa a ouvir o chiado da chaleira, até o trabalho para ambientação 3D usando efeitos de holofonia, que te fazem saber em que lado da sala cada personagem está (se usar fones de ouvido). Inclusive a coisa é tão atmosférica, que enquanto ouvia no PC, várias vezes acontecia algo, que eu instintivamente ia maximizar a janela do Spotify pra "assistir" o que tinha rolado, e então lembrava que era só em áudio.

Não preciso nem falar da atmosfera noir, né? Essa é uma obra voltada para o público adulto e contém citações de coisas brutais acontecidas e acompanhadas de efeitos sonoros. Sem contar com o palavreado chulo e outros detalhes nada aconselháveis para menores. No entanto, eles não aproveitaram isso apenas para apresentar conteúdo pesado, mas também para fazer uma história obscura e bem investigativa.
Uma das coisas mais bacanas de áudio série é em como esse tipo de conteúdo abre a possibilidade de você fazer enquanto faz alguma tarefa como lavar louças, malhar ou limpar o quarto. No meu caso, eu estava organizando meus arquivos, coisa que faria de qualquer maneira, e assim acabou sendo uma boa forma de aproveitar o tempo de uma maneira melhor.

Enfim, "Batman: Despertar" é uma série que foi lançada já de forma ambiciosa e mostrando a visão do Spotify para um entretenimento muito além das músicas, vendo a popularidade de séries e aproveitando elas. E assim fez uma parceria com a DC e Warner Bros, adicionando o selo "Spotify Originals" e teve lançamento mundial com adaptação do original "Batman: Unburied" para vários idiomas, incluindo o nosso português. Confira:

Postar um comentário

0 Comentários