Rapaz que comentou que a Konami podia ter sido comprada pela Sony foi ameaçado de morte até apagar a conversa

É muito comum aparecerem boatos de aquisições de empresas. Algumas delas são concluídas, outras podem ter até muito sentido e indicações de serem verdadeiras, mas no final das contas se mostram falsas. No entanto é o tipo de coisa que gera falatório, porém só a possibilidade da compra da Konami feita pela Sony deixou algumas pessoas revoltadas a ponto de fazerem ameaças absurdamente pesadas ao cara que compartilhou a informação.

Gavin Stevens é um desenvolvedor, que estava conversando com amigos no twitter sobre possibilidade disso acontecer. O resultado foi que a conversa deles se espalhou e uma briga de fanboys descontrolada, variando entre aqueles que se gabavam de ter exclusividades e os que ficaram irados com os outros cantando vitória ou com a possibilidade de realmente terem novas franquias exclusivas.

Mas a briga não parou por aí, e já vimos o que fanboys são capazes de fazer, indo desde o médico que fez briga de videogame durante operação até um nível de estresse imenso, como o fanboy da Nvidia que matou o amigo que gostava da AMD. E assim o ódio de alguns com uma notícia não oficial, fez com que partissem para o ataque do desenvolvedor. O resultado foi ele publicando após o post:

"Ok, este não é o tipo de coisa que eu costumo fazer, mas eu estou deletando o post sobre a Konami (Backup completo abaixo). Eu normalmente NUNCA deleto um post quando "errado", no entanto nesse caso, é uma exceçãao e me deixe explicar o motivo..."

"Durante as últimas 24 horas, eu não tive nada além de abusos. Eu tive múltiplas ameaças de morte. Teve uma pessoa que me enviou fotos de CRIANÇAS MORTAS, me dizendo que era o que iria acontecer à minha filha por estar errado. Eu tive múltiplas tentativas de ser hackeado nas minhas redes sociais. Oh, e continua."

Ele comentou que as pessoas foram xingar a mulher dele, a filha, rebaixaram seus livros, seu trabalho. A ridicularização e ameaças foram de todo tipo. E disse que só estava conversando com amigos e que não tinha concluído nada. Porém foi o suficiente para a coisa sair completamente do controle.

Postar um comentário

0 Comentários