Dagon | Jogo gratuito que adapta perfeitamente o conto de Lovecraft

Esse jogo eu descobri de forma completamente aleatória e foi uma surpresa maravilhosa! Para quem já viu as obras do H.P. Lovecraft, sabe o quanto a atmosfera é peculiar e muitos contos usam de ideias extremamente semelhantes. Sendo que essa atmosfera veio de um conto inicial, o aclamado Dagon, escrito em 1917 e publicado em 1919. No entanto é desafiador adaptar algo tão curto, mas aqui nós vemos que o estúdio Bit Golem mostrou como fazer de um jeito estranho, mas interessante o suficiente para gerar notas muito positivas na steam.

A história se passa na primeira guerra mundial, quando um navio americano é capturado por alemães. No entanto um dos tripulantes consegue pegar um bote e fugir, porém sem muita habilidade de navegação, fica dias sem destino, tentando conseguir algum resgate. E é então que se surpreende ao acordar no meio de um lugar enlameado, que se estende até onde os olhos podem alcançar e lotado de criaturas marinhas agonizando.
Como disse, foi uma bela de uma surpresa ver esse jogo do nada, ainda mais de graça. Esse é um daqueles que você paga se quiser apoiar o desenvolvedor e assim tem uma DLC que vem com coisas como a história narrada para se ouvir em formado de livro em áudio. Mas a experiência em si é completamente gratuita sem propagandas.

E no caso, uma adaptação de Dagon seria esquisita especialmente porque é um conto rápido e sem tanta liberdade para algo como exploração. Inclusive o filme Dagon, não adapta o conto, mas sim "A Sombra de Innsmouth", em que é mostrado uma cidade com pessoas que cultuam a essa entidade e não anotações de uma lembrança macabra, como é o caso do primeiro conto em que esse ser aparece.
O resultado foi uma experiência puramente narrativa. Uma adaptação fiel de cada palavra escrita no conto e assim algo que acaba gerando um jogo de nicho. Ou seja, ele não é um jogo para qualquer pessoa, mas sim para fãs do Lovecraft e fãs de histórias de terror que estejam ok em vivenciar algo sem uma grande jogabilidade.

Temos aqui algo semelhante a simuladores de andar como o Dear Esther, em que a experiência é focada em uma narrativa e não em mecânicas complexas. No entanto aqui é ainda menos, já que você não pode se movimentar, mas apenas observar os arredores. É realmente o próprio conto que é narrado pelo protagonista, enquanto você controla a visão dele, podendo observar o que diz.
Então a grande diversão do jogo é realmente a imersão em uma narrativa, e a sensação gostosa de observar o horror sendo citado. O cenário caótico presente é maravilhoso, com aquela imensidão de lama cheia de criaturas marinhas horrendas se movendo com seus tentáculos. Além dos efeitos sonoros que deixam a coisa ainda mais intensa.

A voz do narrador é fenomenal, e acaba sendo um jogo perfeito para se jogar em uma noite fria com algo quente para beber em uma canequinha. Algo semelhante ao que senti em The Carnel House Trilogy e outros jogos curtinhos, porém atmosféricos. Nesse caso aqui, o pessoal que ama Horror Cósmico, certamente vai adorar.
A verdade é que existe um elemento que pode ser chamado de jogabilidade, que são as informações escondidas. Você pode ignorar completamente elas, mas se as achar, é possível clicar e uma carta vai se abrir. Nessas cartas existem informações sobre a época, conceitos usados por Lovecraft e a visão do autor em relação a tudo.

Joguei em live e essas informações foram realmente divertidas. Por exemplo, o protagonista narra que começou a usar morfina e durante esse momento tem uma das cartas em que é explicado sobre o problema que os Estados Unidos estavam sofrendo por causa da morfina e como era legalizado para qualquer um comprar antes.
Os gráficos do jogo são incríveis! Apesar de ser algo que não tem foco na movimentação pelo cenário, você nota bem que foi feito com um cuidado enorme para apresentar uma experiência visual maravilhosa, e inclusive tem suporte a VR, para quem tiver a oportunidade e assim é possível imergir ainda mais nesse universo.

Enfim, Dagon é uma adaptação sem igual! Tivemos vários jogos desse universo, alguns maravilhosos, como é o caso de Call of Cthulhu: Dark Corners of Earth ou o clássico Shadow of Comet, porém no geral todos com liberdades artística. E aqui temos algo que foi adaptado de forma literal, o que limitou a jogabilidade, mas deixou a coisa bem imersiva. É grátis na Steam e GOG! Aproveitem!
 

Postar um comentário

0 Comentários