Crossplay forçado deixou jogadores de Halo Infinite revoltados no Xbox

Os fóruns de discussão são locais onde o povo tem voz e a treta rola solta, tipo a DICE ameaçando jogadores tóxicos e a coisa pegando fogo. E um outro exemplo é em Halo Infinite, em que os jogadores caíram em cima por causa do crossplay forçado entre os consoles Xbox e o PC. A falta de opção de desativar essa possibilidade fez com que a comunidade entrasse em fúria.

O principal problema citado, é a presença de cheaters. Em games free-to-play como Fortnite e Call of Duty: Warzone, eles simplesmente criam outras contas ao serem banidos. Mas mesmo sendo um jogo pago, os trapaceiros não têm escrúpulos em jogos e são capazes de comprar de novo e de novo. Dessa maneira, não demorou e pouco após o lançamento, eles passaram a surgir cada vez mais.

Inicialmente eram apenas boatos, mas depois que começaram a registrar e provar que os cheaters já estavam ali claramente, os jogadores passaram a reclamar cada vez mais que queriam a opção de não ter que enfrentar jogadores de computador e exigir que a Microsoft adicionasse a opção para que todos pudessem ficar tranquilos. Inclusive citaram uma frase de Phil Spencer, chefe da divisão Xbox em 2016:

"Nunca forçarei alguém em nossos jogos que joga com um controle ou mouse e teclado a jogar contra alguém com um tipo de controle diferente. A velocidade de rotação do mouse e do teclado é mais rápida que a do controle. Nós sabemos disso, você vai perder."
 
Grande parte dos jogos têm a opção de desativar, para que as partidas sejam só entre consoles ou mesmo apenas em uma única plataforma. Essa limitação costuma irritar alguns e acaba também levantando uma série de debates sobre o tema, como o motivo de empresas fazerem isso ou o que leva cheaters a fazerem isso.

Postar um comentário

0 Comentários