NIGHTSLINK | Horror lovecraftiano adaptado nos anos 90


Se você é do tipo que gosta de obras com um estilo retro e se interessa por Horror Cósmico, certamente vai cair completamente nas graças de Nightslink, um pequeno jogo de terror que usa um estilo semelhante ao de jogos de Playstation 1 e se passa em uma realidade alternativa com uma ambientação super intrigante e perfeita para quem quer uma experiência rápida, porém bastante satisfatória.

A história se passa durante os anos 90 e algo grande aconteceu com o mundo. Você é alguém que é responsável por gravar, transportar e entregar fitas cassete para um grupo de pessoas que vive em um prédio. No entanto a cada viagem, as coisas parecem piorar, com o ambiente ficando mais pesado e intrigante, sendo que os próprios moradores começam a agir de um jeito cada vez mais esquisito.
Esse é um daqueles jogos de jogabilidade simples, se classificando bem como um simulador de andar, porém conseguindo facilmente prender a atenção. Não é apenas um jogo que parece não acontecer nada, como é bem comum no gênero. Acho que se encaixaria bem como um pequeno conto no universo de Death Stranding, durante o começo daquele horror.

O negócio é boa parte dos simuladores de andar tem foco em relaxar ou uma narrativa misteriosa que passa de uma hora. Já aqui, a experiência é de até meia hora, indo direto ao ponto. As coisas não têm uma grande variação visual, porém som e iluminação mudam rapidamente e isso já vai mudando de maneira rápida as coisas.
O jogo se passa em três etapas. A primeira é você dentro de uma sala com um gravador de fitas cassete. Nesse momento é preciso pegar as fitas, colocar no gravador, apertar o botão, retirar e colocar a próxima. A segunda é automática andando de moto pela cidade e a terceira e mais importante é dentro do prédio, onde é preciso localizar certos apartamentos e entregar as fitas.

Nessa última parte é onde você realmente descobre algo da história, pois assim que entrega, pode conversar um pouco. Cada morador reage de uma maneira diferente ao pegar a fita, fazendo comentários sobre o que está acontecendo no mundo e sua visão daquilo ou mesmo opiniões sobre você e seu trabalho. E esses detalhes precisam ser observados com cuidado para se entender a história.
 
Como é um jogo muito curto, logo começam a aparecer elementos que vão te fazendo pensar sobre o que significa, como o homem  nos corredores que não é muito comunicativo, ou o bebê chorando sem parar que está em alguns dos apartamentos. Mesmo detalhes como um morador cantarolando alguma coisa te fazem pensar se é algum elemento da história passado discretamente ou apenas algo para deixar o lugar um pouco mais vivo.
 
Esse é um jogo bem narrativo, portanto não espero um mosntrengão satânico correndo atrás de você enquanto segura um facão com a cabeça de algum infeliz entalada lá. Ao invés disso, o clima de horror está mais no aspecto cada vez mais pesado que o prédio vai assumindo e aquele receio ao andar pelos corredores do lugar.
Graficamente, o jogo tem um estilo visual de PS1, portanto se você gosta de obras retro como Aka Manto ou Concluse, não vai demorar para se apaixonar por esse aqui, já que também foi feito para ter um estilo semelhante, apesar de provavelmente usufruir do poder de computadores modestos para dar um toque mais robusto à coisa.
Enfim, Nightslink é um jogo muito gostoso para quem gosta de histórias de suspense e quer apenas um pequeno conto de terror para se jogar rápido. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Postar um comentário

0 Comentários