Black Skylands | Explore os céus com um navio voador

Esse é daqueles jogos que acabam sendo atraentes por apresentarem uma proposta robusta e cheia de possibilidades graças à quantidade de mecânicas presentes, além da natural atração para fãs que amam o estilo visual de pixel art, pois aqui temos aquele visualzinho tão agradável aos olhos e em um mundo cheio de aventuras abertas.

A história é ambientada em um universo steampunk de ilhas voadoras cheias de bandidos e mistérios. Você controla a filha de um homem que quis explorar o mundo e descobriu uma raça que fez atrair um enxame sem fim de criaturas prontas para destruir tudo que estivesse no caminho, gerando assim uma luta sem fim para sobreviver em meio a esse caos.
Aqui temos um jogo aberto em que você vive em uma ilha principal, mas conta com um barco voador personalizável, equipamentos para usar da melhor maneira, povos para salvar, mistérios pelo mundo, piratas voadores, criaturas sanguinárias e mais. Então é daquele tipo de jogo que adiciona vários elementos para no fim dar um toque especial.

Bom, tudo começa com a base principal, que é onde você vive e é possível fazer melhorias. Se você tiver recursos, é possível construir estruturas novas lugar e assim gerar outros tipos de recursos especiais para fazer melhorias em seus equipamentos, navios e proteção do local. Cada tipo de estrutura vai dar um tipo de vantagem.
Mas não basta construir o local, é preciso protegê-lo, posicionar torres e garantir que consiga se salvar se você não estiver presente e rolar um ataque. Da mesma maneira, é possível ir até as várias outras ilhas espalhadas pelo mundo e acabar com o domínio dos bandidos que estiverem no lugar. Você pode só abandonar o lugar à própria sorte ou pode retornar para proteção.

Esse tipo de mecânica torna o mundo muito vivo, pois não é como se você apenas estivesse passando de fase, mas sim enfrentando um verdadeiro mundo caótico que não está sob seu controle. Aquela ilha que você deixou tão limpinha de repente pode ficar repleta de piratas com um alerta de que se você não se livrar deles em tanto tempo, perderá o domínio.
Enquanto vaga pelo mundo, também vai acabar encontrando piratas voando aleatoriamente por aí. É possível entrar em combate usando seu navio ou às vezes até mesmo usar o gancho e ir diretamente lá dar um jeito no assunto. Tudo isso com aquele direito a saque que torna os combates satisfatórios por se ter uma recompensa.

No seu navio existem slots para equipar itens, mas também um inventário para você colocar coisas que vão desde itens básicos como um galão de gasolina (Que você precisa reabastecer quando tiver oportunidade, porque é finito), até itens que vão servir apenas se você tiver uma arma em especial para encaixá-los.
 

A mecânica do gancho te permite ter uma liberdade bem legal de saltar do barco, atirar em um local e se puxar, e também pode ser usado como arma, causando um dano imenso se você chegar por trás de um inimigo e atirar em suas costas. Com o uso disso você pode criar sua estratégia para combate, seja para fugas rápidas, seja para economia de balas.

Apesar de tudo, o jogo não é meramente um gênero sandbox, mas sim uma mistura e aqui também temos história, que aliás, é muito melhor detalhada do que normalmente eu espero para esse tipo de obra. Isso porque com todo o estilo fofinho e livre, eu pensava que seria algo mais bonitinho, mas é o tipo de história que conta com traição e desenvolvimento legal do horror que caiu sobre o lugar.
Graficamente o jogo é todo bonitinho, cheio de detalhes em pixel art que provavelmente vão agradar os fãs do estilo gráfico. Esse jogo não é o primeiro que apresenta um mundo no estilo e temos outras obras streampunk como Guns of Icarus Online e o clássico Airbuccaneers, mas levando em consideração o visual e mecânica em geral, me lembrou mesmo foi Windforge.

 Enfim, Black Skylands é um jogo bem aberto e bacana para quem quer uma experiência híbrida de sandbox e história, além de várias mecânicas. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Postar um comentário

0 Comentários