O bizarro (e respeitoso) crossover de Dying Light e Chivalry

Enquanto tem jogos que acabam falindo graças à própria ambição, como é o caso de Evolve, tem outros que surpreendem ao extremo. E para os amantes de zumbis, sem sombra de dúvidas Dying Light é uma referência e que através dos anos se mostrou cada vez mais atraente com inúmeras DLC's gratuitas. Entre elas se destacou bastante o bizarro crossover com Chivalry Medieval Warfare.

O que torna a coisa tão estranha é que, caso você não conheça, Chivalry se trata  de um simulador de combates medievais em massa. Então a possibilidade de rolar um crossover estranho desses sempre foi baixíssima, afinal de contas Dying Light se passa no presente, sendo assim foge  completamente da estética e universo de Chivalry.

Mas como o poder da bizarrice permite tudo, a Techland decidiu fazer a coisa de maneira um tanto inusitada. Por um lado adicionou os itens de batalha medieval que se encaixam bem no universo, já que existem alguns itens exóticos na cidade em que se passa, pois Harran é moderna, mas é meio exótica também, apesar de fictícia, se passa na Turquia e tem alguns itens peculiares.

Agora a forma que ela achou de adicionar um toque do universo de Chivalry sem deformar sua própria obra com mistureba foi tornando isso um evento. E assim adicionou zumbis com vestes medievais por tempo limitado. Essa foi uma atitude fantástica da Techland, especialmente porque fez isso há apenas um mês do jogo completar meia década desde o lançamento, e poucos meses antes de Dying Light 2, ou seja, o suporte foi cabuloso!

Postar um comentário

0 Comentários