Autor de The Walking Dead respondeu reclamação de repetição

Vocês devem saber bem que o seriado The Walking Dead foi baseado em uma revista em quadrinhos de mesmo nome, mas enquanto no Brasil a coisa foi publicada em edições luxuosas encadernadas, nos Estados Unidos o formato é normal de revista mensal e incluindo cartas dos leitores. Curiosamente a edição 187 publicou uma carta inusitada, uma crítica bem negativa e o autor respondeu.



O autor se identificou como Danny the Mc, e colocou o seguinte texto: “Há apenas uma trama neste gibi. Rick e companhia encontram outro grupo de pessoas, uma briga se inicia, Rick e companhia ganham. É isso.”, algo que certamente a maioria das revistas deve receber, mas costuma não publicar, já que é basicamente menosprezando a trama da coisa (seja verdade ou não). Mas Robert Kirkman já demonstrou que gosta de ser direto em certas questões, como pudemos ver no pedido de desculpas pela edição 167, e provavelmente por isso quis levar o assunto a público na própria revista, a resposta foi essa:
"Eu já ouvi esse negócio de “Ah, cara… TWD apenas recicla a mesma história”, muitas vezes. E se você não quer mais ler a HQ, tudo bem, pode parar. Eu entendo completamente.
Algumas pessoas não estão preparadas para o longo prazo… Mas “conhecer novos grupos e entrar em conflitos com eles” acontece… em toda … história contínua.
Acontece em todo programa de TV. Novos inimigos, novos antagonistas, novos conflitos … e cada um desses conflitos são diferentes de alguma forma … e resultam em personagens aprendendo coisas novas e crescendo de novas maneiras.
Da mesma forma, o conflito com o Governador e Woodbury é completamente diferente do conflito com Negan e os Salvadores … em quase todos os aspectos. Se você acha que essas duas grandes histórias são as mesmas, este gibi não é para você. E tudo bem!"
Essa crítica em cima da enrolação é mais constante na série, que acabou se tornando mais popular que os quadrinhos já que nem todo mundo gosta de ler HQ, no entanto como podem ver, nos quadrinhos tem gente que se irrita também. Mas e vocês, concordam com o leitor? Ou estão do lado do Kirkman nessa? Ou quem sabe tenham uma terceira opinião?

Postar um comentário

0 Comentários