Esse é um daqueles jogos que conseguem carregar em sua essência um toque muito especial e ao começar jogar, não demorará nem um pouco para você perceber que é uma obra feita com um imenso carinho. Aqui você irá entrar em algo que poderia ser apenas mais um puzzle com foco na jogabilidade apenas, mas por incrível que pareça, apesar do jogo ser muito divertido como puzzle, o que consegue roubar a cena mesmo é a atmosfera que o jogo cria.

A tristeza é uma sensação poderosa e extremamente atraente, que acaba inspirando livros como Metáfora e Melancolia, e aqui temos uma dessas histórias com toque melancólico, mostrando o desaparecimento repentino do sol, o que fez com que toda a humanidade começasse a sofrer as consequências disso e em desespero iniciassem orações direcionadas a lua, implorando para que ela trouxesse o astro rei de volta. A lua por sua vez sente  compaixão e decide partir em uma jornada até conseguir descobrir o motivo do sol ter partido e trazê-lo de volta a terra.

Como podem ver, a história é bem intensa, existe todo um toque de fábula e uma mistura entre beleza e miséria que ao serem combinados com a trilha sonora suave, acaba te transportando facilmente para o universo apresentado, é aquela coisa que é bastante intensa. Graças a jogabilidade pode se dizer que ele é casual também, mas com alguns momentos realmente muito difíceis, fazendo ser uma experiência desafiadora.

A jogabilidade basicamente te coloca no controle de um círculo de luz que simboliza a lua, e você deve atravessar cenários saltando, porém cada pulo te faz chegar ao extremo da tela, e quando você atravessa ele, acaba aparecendo na parte de baixo, o problema é que em alguns lugares há espinhos e se você tocar neles, a partida se reinicia do começo da fase ou do último ponto de salvamento que você alcançou. Tem alguns lugares que você tem que realmente pensar muito para descobrir como atravessar por tantos espinhos sem ser destruído, pois sabe bem que cada pulo te levará muito alto ou até uma extremidade, até você bater e voltar.

Graficamente o jogo é minimalista, em geral todas as coisas são feitas da forma mais simples possível, os cenários costumam ter o "chão" no meio, fazendo com que você sempre possa saltar, dar a volta no cenário e atingir a parte de baixo do "chão" até voltar. Em geral é algo simples e capaz de rodar em qualquer computador. É aquele tipo de jogo que realmente depende de quem irá jogar, alguns podem não gostar nem um pouco de tanta simplicidade, outros podem se apaixonar completamente.

Enfim, 6180 the moon é um jogo bastante maravilhoso, que carrega uma essência interessante e que os amantes de jogos intensos certamente irão se apaixonar um bocado. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.