Battle Worlds: Kronos - Um jogo de estratégia diferente!

Eu acredito que todo jogo que passa por uma campanha do kickstarter e consegue chegar à meta, acaba se tornando mais interessante, afinal de contas se um jogo conseguiu acumular dinheiro do próprio público para ser lançado, obviamente é porque as pessoas se interessaram e quiseram jogar aquela proposta apresentada. E no caso de Battle Worlds: Kronos ele conseguiu alcançar mais que o dobro do dinheiro pedido em sua campanha e naturalmente eu tinha que fazer uma análise dele.


Esse jogo apresenta um ambiente futurista onde o planeta conhecido como Kronos, que é comandado pelo Imperador , no entanto no dia que esse homem morre, a guerra acaba se tornando inevitável com as várias casas do planeta batalhando para ver quem irá assumir o controle.

O jogo contém duas campanhas e o mais legal é que desde o lançamento, os criadores já foram anunciando que uma nova campanha ainda estava por vir. Algo um bocado legal, afinal ter duas campanhas já é algo interessante pra caramba, sendo que a maioria dos jogos prefere se concentrar em apenas uma história e depois terminar.

Apesar desse ser um jogo de estratégia com unidades de combate, pode acabar gerando confusão já que não é um jogo de estratégia em tempo real, mas sim um jogo de estratégia em turnos, colocando várias unidades com pontos de ação e determinado campo para poder se movimentar. Cada uma das unidades também tem habilidades especiais que devem ser usadas de uma maneira adequada. Por exemplo uma unidade de tiro a distância não pode ser colocada bem ao lado de uma unidade inimiga para atacar, ela precisa se manter a uma certa distância.

Uma das coisas legais do jogo é que ele te faz sentir como se estivesse jogando um jogo de tabuleiro e é necessário se ter uma boa estratégia para poder vencer, aproveitando bem o ambiente e as possibilidades. Por exemplo se você colocar uma unidade ao lado de outra unidade que também esteja sobre o seu domínio, a mesma ganha um bônus, e isso pode fazer a diferença total durante um combate contra adversários.

O visual do jogo é muito lindo, realmente os gráficos me atrairam desde o começo, apresentados de uma forma muito fluída e até mesmo o zoom é interessante, sendo que se você puxar ele completamente, o visual do jogo é substituído por um estilo de tabuleiro cheio de hexagonos.

O jogo tem um modo multiplayer, que sinceramente foi a coisa que achei mais atraente, permitindo a você batalhar contra amigos e se sentir em um tabuleiro. A proposta dele é muito legal ao colocar turnos que podem ser feitos em tempos demorados sem necessariamente o outro jogador precisar estar presente. Isso acontece porque o jogo acontece em turnos e as partidas são armazenadas no servidor da desenvolvedora, graças a isso você pode fazer sua jogada agora, finalizar o seu turno e ir para a escola e seu amigo pode fazer a jogada dele em um outro momento, finalizar e quando você voltar é sua hora de olhar o que foi feito e bolar sua estratégia.

Infelizmente apesar da proposta do multiplayer, eu tive muitos problemas de conexão e bugs nesse sistema, o que foi um tanto desagradável, no entanto a equipe está trabalhando constantemente para arrumar isso, portanto sei que uma hora irão deixar perfeito. Aqueles que se interessaram podem dar uma conferida no site oficial do jogo.

Postar um comentário

0 Comentários