O seriado que a Rockstar quase processou!

Vocês devem conhecer o jogo L.A. Noire, lançado em 2011 pela rockstar e que gerou um monte de polêmicas, já que teve uma produção extremamente turbulenta envolvendo a desenvolvedora Tem Bondi. Mas após o lançamento, foi um sucesso, porém nem tudo deixou de ser turbulento envolvendo esse título.

Como todo mundo sabe, uma coisa que empresas adoram fazer é ameaçar processar alguém. E um dos motivos comuns no meio dos processos é quando o nome de algo é parecido com o nome de outro algo. E no caso da Rockstar, ela quis meter um processo em Frank Darabont que chamaria sua série de L.A Noir (Sem o E), mas que acabou renomeando a série apenas para "Los Angeles". Quando foi questionado sobre a empresa ter tentado processá-lo, ele respondeu o seguinte:

"Sim, era para se chamar LA Noire, baseada no livro de John Buntin, mas a companhia de videogames com o jogo chamado LA Noire (com um e!) ameaçou me processar, a TNT e todas as companhias que trabalhavam em Hollywood. E eles têm milhares de milhões para usar como suporte, aparentemente." 



Kkkkk, a resposta do cara foi tão "SIM É VERDADE ELES TENTARAM ME FUDER! E PELO JEITO O ARREGAÇO IA SER GRANDE!" uahahaha. Mas é a vida né? Já vi a Rockstar sendo fresca como quando ela pediu para tirarem as referências de GTA do jogo dos simpsons ou iam processar todo mundo, mas nesse caso talvez ela fez a coisa certa, quase todo gamer iria pensar que é uma série do jogo.

Por outro lado, fico imaginando se ela processasse, ganhasse e então logo depois surgisse o autor do livro, John Buntin e processasse a Rockstar, afinal de contas o livro dele é de 2009 e o jogo de 2011, sendo assim os mesmos argumentos que ela usou para processar o produtor, certamente poderia ser usado contra ela, não? Hahaha.

Postar um comentário

0 Comentários