A caixa com um demônio aprisionado

Antes de tudo quero dizer que existem provas de que ao menos em partes essa história é real e que vou mostrar aqui na matéria essa prova, se é completamente verdadeira já não sei dizer, mas não há dúvidas de que ao menos em partes algo aconteceu.

Em 2001 a neta de uma sobrevivente do holocausto nazista resolveu vender uma bela caixade madeira com escrituras em hebreu para um marceineiro, mas ela já avisou pra ele que dentro da caixa havia preso um demônio da mitologia hebraica chamada Dibbuk. O homem não ligou e comprou mesmo assim.

Depois da compra, ele a guardou em seu porão, não aconteceram as típicas coisas que acontecem nesse tipo de história como um demônio aparecer, mas ocorreram coisas estranhas, a primeira foi todas as lâmpadas do porão explodirem de uma vez, depois começaram a surgir vozes falando palavrões e então um forte cheiro de xixi de gato também podia ser sentido no lugar. O homem não acreditava que era algum demônio ou algo assim, mas decidiu dar a caixa a sua mãe e ela teve um derrame minutos depois, não sendo suficiente, ele começou a ter pesadelos com uma mulher bizarra que o perseguia, foi quando ele decidiu vender a caixa para um estudante chamado Iosif Nietzke que se interessou pela história.

O estudante logo começou a ter os mesmos pesadelos envolvendo uma mulher deformada o perseguindo, mas isso podia ser explicado pelo fato dele saber da história e seu subconsciente estar reproduzindo, só que ele começou a ter forte perda de cabelo e surgirem manchas em sua visão periférica. Foi quando ele decidiu vender também o objeto para um diretor de um museu, que se interessou já que tratava-se de um item da segunda guerra mundial.

Não demorou muito para que o diretor começasse a ter também efeitos da presença da caixa, sonhando no primeiro dia com a estranha mulher, em sua casa a família começou a reclamar que ficava fria demais mesmo com aquecedor ligado e não apenas ele, mas também o seu filho notavam vultos misteriosos surgindo em diversos lugares da casa, foi quando ele começou a ficar doente que se lembrou da história que o estudante contou e decidiu localizar a origem da caixa, chegando à prima da dona original da caixa, essa então explicou que para atormentar os nazistas, a mulher chamada Havela invocou um demônio mas esse saiu do controle e ela fez um ritual para aprisioná-lo na caixa.

A partir de então a caixa passou a ser guardada em uma arca de acácia folheada de ouro como parte de um ritual feito para afastar a influência do demônio. O diretor do museu teve a saúde de volta e os efeitos da caixa pararam. Para quem quiser ver a página de quando a caixa foi vendida pelo ebay, CLIQUE AQUI.

Postar um comentário

5 Comentários