O macabro mistério das pichações

Pichações são um tipo de arte urbana que sempre causou polêmica, levando muitas pessoas a ficarem revoltadas enquanto outras se divertem e sentem um enorme prazer em fazer. Há também os que se acostumaram e os que admiram apesar de não praticar. Mas há relatos de que existem alguns lugares em grandes cidades, onde há pichações que há algo com muito mais força que simplesmente o impacto visual.

Algumas pessoas dizem já ter presenciado coisas estranhas próximas a pichações, que vão desde uma estranha sensação de calafrio, até aparições. Os relatos variam muito, há quem diga que já ouviu vozes ao se aproximar de certos pontos com pichação, enquanto outros dizem ter tido a nítida impressão de ter visto um rosto em meio às linhas feitas com spray e logo depois não ter nada. Há alguns casos menos comuns também de pessoas que dizem ter sentido uma mão gelada tocar a nuca e quando olharam, não havia ninguém.

Não se sabe qual é o padrão que essas pichações em especial tem para causar tantos relatos, mas em geral quando aparece o primeiro, logo novos casos começam a acontecer no lugar, como se algo que antes não estava ali, passasse a estar.

Em Brasília existem vários relatos de acontecimentos estranhos do gênero em um túnel que fica na Asa Sul entre as quadras 207 e 107 sul. Alguns dizem que se você estiver sozinho no lugar e fechar os olhos em frente à uma das pichações, pode ouvir o som de alguém vindo correndo do outro lado do túnel, com uma respiração forte que parece aumentar cada vez mais, só que se você abrir os olhos não haverá ninguém, isso é apenas um evento comum, mas há relatos de diversas outras coisas lá envolvendo vozes e até mesmo aparições.

Muitos dizem que o padrão desses lugares é puramente a acústica do lugar que acaba causando a impressão de se ter ouvido algo, quanto à impressão de ter visto algo nas pichações pode ter sido puramente ilusão de ótica, no entanto há quem diga que se trata de algo bem mais sinistro.

Em tempos antigos, em florestas eram deixadas marcas em árvores em rituais feitos, há quem creia que atualmente o mesmo seja feito mas deixado em meio a pichações e nem sempre é usado spray, mas sim sangue de animais e até mesmo de pessoas. Todos já devem ter notado que algumas pichações obviamente não foram feitas com tinta comum.

Há ainda aqueles que acreditam que esses rituais são deixados ali para que curiosos os leiam e assim invoquem entidades malignas no lugar, dessa forma deixando o executor do ritual livre de pagar o preço, enquanto a pessoa que leu acidentalmente acaba tendo que pagar. Claro, isso tudo é apenas especulação. No final das contas é mais um mistério urbano. Mas não é bom arriscar, não é mesmo? Por isso na próxima vez que você ver uma pichação e estiver sozinho, não leia as palavras escritas na parede, pois pode ser que você veja bem mais do que palavras.

Postar um comentário

3 Comentários