Trigun - Começa felizinho mas termina muito sombrio

Trigun é um daqueles animes clássicos super badalados que o povo no mínimo conhece o visual do protagonista. Foi lançado em 1998 e é baseado no mangá de mesmo nome, que começou a ser publicado em 1996. Se você gosta de ação, ambientes surreais e piadinhas, mas com uma história que de repente fica pesada e bizarra, bom, então talvez esse seja pra você.

Em um mundo dominado pelo deserto arenoso, as pessoas vivem com medo de uma lenda viva que chamam de "Vash, o estouro da boiada" um fora da lei que destruiu uma cidade inteira de alguma forma e passou a ser extremamente procurado por caçadores de recompensa e pessoas desesperadas por dinheiro.


Eu gosto muito desse anime, ele é um tanto feliz e tem muitos detalhes meio frescos, mas no entanto o que me faz gostar dele é o estilo próprio. Em geral os animes falam da mesma porcaria, um grupo de jovens que sai pra lutar contra o mal e em cada luta tem a maior enrolação e no final quando o herói mata o inimigo. Em Trigun o legal é o fato de que não há esse grupo de amigos, o que já faz com que ele não seja apenas mais um anime que copiou outro.

A história é sobre as viagens de Vash pelas cidades, o mundo é semelhante ao velho oeste no entanto é algo que se passa no futuro. Eu gosto muito do estilo próprio que esse lugar tem, algumas cidades tem por exemplo usinas gigantescas que geram energia e essas são em forma de enormes lâmpadas.

Até certo ponto ele mostra apenas cidade após cidade e seus problemas próprios, sem muito da história principal, mas chega a um ponto que se torna algo sério. É muito massa como os caras colocaram uma carga filosófica sobre certas coisas da vida, sendo ela a principal:

"Se uma borboleta está em uma teia de aranha é possível salvar as duas vidas? Se libertar a borboleta a aranha não irá morrer de fome? E matar a aranha para que a borboleta se salve não é apenas poupar ela da dor de morrer de fome? Não seria hipocrisia salvar a borboleta e deixar a aranha simplesmente morrer de fome fingindo que não estaria matando ela?"

Na minha opinião esse anime ser considerado perfeito se não tivesse a tradicional felicidade japonesa e tivesse menos episódios para evitar a enrolação. Mas mesmo assim vejo as pessoas falarem muito bem dele, então atraiu muita gente. Ele foge um pouco do padrão de animes, por isso acho que acabou criando fãs ansiosos por novidades.

Pra quem tá querendo fugir do padrão é um ótimo anime, principalmente nos primeiros episódios ele é muito engraçado e faz rir pra caramba, infelizmente esse humor se perde e acaba surgindo só as piadinhas sem graça mais pra frente, o que torna elas bem descartáveis. E pro final vai ficando extremamente tenso. Pra quem gosta de animes de ação acho que pode se tornar uma das animações favoritas. =)

Twittem aí para seus amigos pessoal =D



Postar um comentário

4 Comentários

  1. Realmente este anime é um dos melhores da década de 90!

    ResponderExcluir
  2. Anime muito foda , assisti isso na fita de video hsuhasu

    ResponderExcluir
  3. Trigun *-*
    Lembro que gastava uma tarde inteirinha baixando com a minha internet discada.
    Muitas lembranças de quando estava quase no fim da tarde, 95% concluída a transferência e me ligavam - derrubando a conexão - pra perguntar se eu estava interessado nos filtros Europa...


    Enfim, realmente vale a pena assistir. Lembro que vi com meu velho e assim como ele, não gostei do final. Mas principalmente o início me agradou muito.

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia até ler esse post, e seriamente...É muito bom esse anime, comecei a ver hoje e já estou adorando!

    ResponderExcluir